Notícia

Embalagens & Negócios

Desenvolve SP: Inovação nota 100

Publicado em 23 abril 2018

Aplicação de ressonância magnética para atestar a qualidade de alimentos in natura e industrializados; criação de máquina colheitadeira de baixo custo para pequenos produtores de cana-de-açúcar; desenvolvimento de agentes biológicos para o combate às pragas agrícolas, reduzindo o uso de agrotóxicos no campo. Estes são apenas alguns exemplos de projetos inovadores financiados pela Agência de Desenvolvimento Paulista (Desenvolve SP) por meio da linha de crédito Inovacred, da Empresa Brasileira de Inovação e Pesquisa (Finep) e que acaba de atingir a marca de R$ 100 milhões em empréstimos.

Segundo levantamento da Desenvolve SP, Única repassadora da Inovacred no estado de São Paulo, o setor de serviços lidera os financiamentos tomados, representando 69% do montante. Na sequência, aparece a indústria, com 25%, e o comércio, com 6%. Em relação ao destino dos recursos, a maior parte dos investimentos em inovação, o equivalente a 56%, concentra-se na Região Metropolitana de São Paulo. Entre as atividades econômicas que mais investem estão a TIC – Tecnologia da Informação e Comunicação (44%), Indústria de Transformação (25%) e atividades Cientificas e Técnicas (14%).

“O diferencial da linha Inovacred é a abrangência dos itens financiáveis, que vai desde a compra de tecnologia, patenteamento e licenciamento de produtos, até o pagamento das equipes participantes do projeto”, diz Eduardo Saggiorato superintendente de Negócios da Desenvolve SP. A linha conta com taxa a partir de 0,54% ao mês, prazo de até oito anos, incluindo dois anos de carência.

Ainda neste semestre, a instituição projeta a contratação de mais R$ 43 milhões em novos projetos inovadores. “Com o reaquecimento gradual da economia, os empresários estão se sentindo mais confiantes para investir em projetos que aumentem a sua competitividade”, diz Saggiorato.

Movimento pela Inovação

Para impulsionar o investimento em inovação no estado, desde 2015, a Desenvolve SP promove o Movimento pela Inovação, iniciativa que oferece palestras, debates e atendimento especializado para empresários e pesquisadores com objetivo de encurtar a distância entre a produção de inovação e o mercado. Até o momento, foram realizados 24 eventos, em 13 cidades, totalizando mais de 1.600 empreendedores atendidos. O projeto conta com a parceria de importante instituições como FAPESP, Finep, BNDES, IPT, Sebrae-SP, Inova Paula Souza, entre outros.