Notícia

Estadão.com

Descoberta abre caminho para desenvolver novas drogas contra o Alzheimer

Publicado em 13 outubro 2011

Agência FAPESP - Uma pequena parte de um receptor cerebral pode ser um alvo promissor para o desenvolvimento de medicamentos mais eficientes contra o Alzheimer e outras doenças neurodegenerativas. O achado acaba de ser anunciado por um grupo de cientistas da Universidade de Buffalo, nos Estados Unidos, em um artigo publicado na Nature Communications.A pesquisa foi focada nos receptores cerebrais para o neurotransmissor glutamato, diretamente envolvido nessas doenças e em outras condições, como o glaucoma.Os dois principais receptores no [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.