Notícia

Portal Exame

Desastre de Mariana pode ter afetado animais marinhos raros

Publicado em 03 maio 2016

Por Elton Alisson, da Agência FAPESP
Além de diversas espécies já conhecidas, o desastre ambiental de Mariana, em Minas Gerais, pode ter afetado uma enorme variedade de outros organismos marinhos ainda pouco estudados que ocorriam em regiões atingidas pela lama tóxica vazada da barragem de rejeitos de minério de ferro, que rompeu no início de novembro. Um desses organismos é a extremamente rara água-viva Kishinouyea corbini Larson, cuja única população estabelecida e conhecida no Atlântico Sul Ocidental ocorria na Praia dos Padres, em Aracruz, no Espírito Santo, [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.