Notícia

Grabois

Dermeval Saviani disputa terceiro Jabuti com obra sobre História da Educação

Publicado em 25 outubro 2016

Por Cezar Xavier

O livro História do Tempo e Tempo da História: Estudos de Historiografia e História da Educação disputa na categoria Educação e Pedagogia ao Prêmio Jabuti 2016.

Criado em 1958, o Jabuti é o mais tradicional e consagrado prêmio do livro no Brasil. É uma distinção que dá ao seu ganhador mais que uma recompensa financeira. Ganhar o Jabuti representa dar à obra vencedora o lastro da comunidade intelectual brasileira. Um corpo de jurados especializado, composto por profissionais com ampla bagagem em suas respectivas áreas de atuação, faz a análise das obras.

O primeiro colocado em cada categoria ganha um prêmio em dinheiro, e os segundos e terceiros colocados de cada categoria receberão os troféus do Prêmio Jabuti.A premiação será no dia 11 de novembro, no 10 andar do Edificio dos Andradas, à Av Ipiranga 1267, no centro de São Paulo.

Dermeval já foi jabutiano em 2008, quando ganhou o prêmio pelo livro História das Ideias Pedagógicas no Brasil (Autores Associados). Também foi destacado em segundo lugar em 2014 com Aberturas para a História da Educação (Autores Associados).

Nesta quarta-feira (26 de outubro), Saviani também recebe o prêmio Anísio Teixeira. A láurea dada de cinco em cinco anos, pelo INEP, representa a indicação pela comunidade acadêmica, os programas de pós-graduação e os Institutos de Pesquisa. A homenagem ocorre no momento em que Saviani completa 50 anos de vida acadêmica, iniciada em 1966.

Competem com Saviani ao Jabuti, as obras e autores abaixo:

As Perspectivas Construtivista e Histórico – Crítica Sobre o Desenvolvimento da Escrita – Ligia Márcia Martins e Ana Carolina Galvão Marsiglia (Autores Associados)

Ensino (d)e História Indígena – Luisa Tombini Wittmann (Autêntica)

Ensino Híbrido – Lilian Bachic, Adolfo Tanzi Neto e Fernando de Mello Trevisan (Penso)

Histórias de Mulheres: Amor, Violência e Educação – Maria Juraci Maia Cavalcante (org.) (Edições UFC)

Juventude e Pensamento Conservador no Brasil – Katya Mitsuko Zuquim Braghini (EDUC – Editora da Puc-Sp / Fapesp)

Leitura em Voz Alta e Produção da Subjetividade: Um Caminho para a Apropriação da Escrita – Lucila Maria Pastorello (Editora da Universidade de São Paulo)

Léxico da Pedagogia do Teatro – Ingrid Dormien Koudela e José Simões de Almeida Junior (Editora Perspectiva)

Redesenhando o Desenho – Educadores, Política e História – Ana Mae Barbosa (Cortez Editora)

Transdisciplinaridade, Criatividade e Educação: Fundamentos Ontológicos e Epistemológicos – Maria Cândida Moraes (Papirus)

Sobre o livro e o autor

HISTÓRIA DO TEMPO E TEMPO DA HISTÓRIA: ESTUDOS DE HISTORIOGRAFIA E HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO

Dermeval Saviani é graduado em filosofia (1966), doutor em filosofia da educação (1971) pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) e livre-docente em história da educação (1986) pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Tem experiência no campo da educação, com ênfase em filosofia e história da educação, pesquisando, publicando e proferindo conferências principalmente sobre os seguintes temas: educação brasileira, pedagogia e teorias da educação, filosofia da educação, história da educação, história da educação brasileira, história da escola pública, historiografia e educação, formação docente, política educacional e legislação do ensino. Atualmente é professor emérito da Unicamp, pesquisador emérito do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e coordenador geral do Grupo de Estudos e Pesquisas “História, Sociedade e Educação no Brasil” (Histedbr), atuando como professor titular colaborador pleno do Programa de Pós-Graduação em Educação da Unicamp.

Os capítulos que compõem este livro foram escritos em diferentes oportunidades, cobrindo um período que se estende de 1998 a 2014. Embora versem sobre temas variados, todos os trabalhos mantêm em comum a referência à história da educação. Resultados de um longo processo de investigação historiográfica, os trabalhos incluídos nesta obra foram, na sua maioria, apresentados em eventos da área de história da educação. Tratando de temas relevantes que não se esgotam no passado, mas que reverberam ainda no nosso presente educacional com repercussões no futuro próximo, este livro coloca à disposição dos professores de história da educação e dos educadores de modo geral um material que, pelo alto potencial formativo propiciado pelo conhecimento histórico, sem dúvida será de grande utilidade na programação das disciplinas que compõem os currículos escolares tanto da educação básica como da educação superior.

Prefácio
Capítulo I: Da história do tempo ao tempo da história
Capítulo II: Equidade e qualidade em educação: equidade ou igualdade?
Capítulo III: A supervisão educacional em perspectiva histórica: da função à profissão pela mediação da ideia 
Capítulo IV: Ideias para um intercâmbio internacional na área de história da educação
Capítulo V: O público e o privado na história da educação brasileira
Capítulo VI: A trajetória da pedagogia católica no Brasil: da hegemonia à renovação pela mediação da resistência ativa
Capítulo VII: O Histedbr na organização do campo da história da educação brasileira
Capítulo VIII: Os balanços na historiografia da educação brasileira: sentidos e perspectivas
Capítulo IX: Circuitos e fronteiras da história da educação
Capítulo X: A pedagogia histórico-crítica, as lutas de classe e a educação escolar
Capítulo XI: Sentido e busca da excelência na história da educação brasileira
Capítulo XII: História do presente e história do futuro: a crise estrutural do capitalismo, a educação e a escola do século XXI
Referências
Sobre o autor

Editora Autores Associados

Autor: Dermeval Saviani

ISBN: 978-85-7496-355-6

Edição: 1ª edição (2015)

Número de páginas: 192

Formato: 16x23 cm

Peso: 0,370g