Notícia

Planeta Universitário

Delegação holandesa visita a FAPESP

Publicado em 02 dezembro 2011

A FAPESP recebeu, no dia 1º de dezembro, a visita de dirigentes da Organização Holandesa para a Pesquisa Científica (NWO). Jos Engelen, presidente da organização, Hans der Groene, diretor-geral, Jan Karel Koppen, diretor de políticas, e Maaike Romijn, gerente sênior de programas, foram recebidos por Carlos Henrique de Brito Cruz, diretor científico da FAPESP. Também participaram do encontro Babs van der Bergh, diretora de políticas científicas do Ministério de Educação, Cultura e Ciência da Holanda, e Jan Gijs Schouten, cônsul geral da Holanda em São Paulo.

A reunião teve por objetivo apresentar à FAPESP a contribuição científica e tecnológica dada pela NWO. De acordo com Engelen, o orçamento anual da maior agência de fomento científico da Holanda está em torno de 500 milhões de euros.

"Temos um grande interesse em desenvolver, com instituições brasileiras, parcerias e acordos de cooperação em áreas como nanotecnologia, química de polímeros, biocombustíveis e agroindústria", disse Engelen.

A NWO apoia cerca de 5 mil pesquisadores e aprova 1,5 mil projetos de pesquisa a cada ano.

Brito Cruz também fez uma apresentação sobre a FAPESP e sua contribuição para a pesquisa científica e tecnológica no Estado de São Paulo e no Brasil. Destacou os programas de pesquisa apoiados pela Fundação e as modalidades de financiamento da agência.

Brito Cruz ressaltou os esforços de internacionalização da FAPESP - destacando os acordos que mantém com outras agências de fomento e universidades no exterior - e falou sobre o sistema de avaliação por pares dos projetos submetidos à FAPESP, realizado por pesquisadores brasileiros e de outros países.

Em sua visita ao Brasil, a delegação holandesa também conheceu parques tecnológicos, centros de pesquisa e desenvolvimento e instituições brasileiras na área de ciência, tecnologia e inovação.

Mais informações sobre a NWO: www.nwo.nl.

Agência FAPESP