Notícia

Estadão.com

Degradação florestal contribui para transmissão da febre maculosa

Publicado em 25 maio 2012

Agência Fapesp Nas regiões norte e sul da zona metropolitana de São Paulo, onde há fragmentos de Mata Atlântica, é possível encontrar uma espécie de carrapato, denominada Amblyomma aureolatum - conhecida como carrapato amarelo do cão -, que é um dos transmissores da febre maculosa (ou "febre do carrapato"). Entretanto, enquanto a região sul - compreendida pelos municípios de Diadema, São Bernardo e Santo André - registra desde os anos 1920 um grande número de casos da doença, na região norte - composta pela Serra da [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.