Notícia

Cepesp - Centro de Política e Economia do Setor Público

Decifrando as eleições

Publicado em 18 setembro 2017

As eleições de 2018 já começaram e nós do CEPESP, da FGV, temos um desafio: que tal decifrar as eleições brasileiras? Apresentamos aqui o 1º Desafio CEPESPData -> Decifrando as eleições.

Nosso objetivo é mobilizar programadores, cientistas políticos, economistas, hackers e interessados em geral para a proposição de soluções abertas de visualização e de ferramentas de busca nas bases administradas pelo CEPESPData, além da possibilidade de integração com outras bases de dados públicos.

Entendemos que este é o momento ideal para liberar a criatividade numa base de dados grande e muito importante.

Conheça o site –> CEPEPSData

Todas as soluções propostas devem ser apresentadas em softwares livres, código aberto e fazer uso da API do CEPESPData.

Será permitida a inscrição de indivíduos ou equipes e serão oferecidas duas premiações: R$10.000 para o primeiro colocado e R$5.000 para o segundo colocado.

Mais informações serão disponibilizadas na abertura das inscrições, no dia 16 de outubro.

Fique atento e até breve!

Calendário

-> 16/10 – Abertura das inscrições

->  12/11 – Término das inscrições

-> 13/11 – Divulgação das propostas selecionadas!

->  14/12 – Entrega dos Produtos

-> 19/12 – Pitch – apresentação dos produtos e divulgação dos vencedores!

****

CEPESPData:

Plataforma de acesso a dados eleitorais com simplicidade. Iniciativa do Centro de Política e Economia do Setor Público (CEPESP) da Fundação Getulio Vargas (FGV), em parceria com a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP), a Associação Brasileira de Ciência Política (ABCP) e o Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O objetivo do CEPESPData é facilitar o acesso aos dados eleitorais, além de disseminar e estimular a produção de conhecimento nesta área de pesquisa.

Na plataforma estão integrados resultados eleitorais, perfis de candidatos e informações de coligações eleitorais, para o período de 1998 a 2016. Após árduo e rigoroso trabalho da equipe do CEPESP erros originais nas bases foram identificados e corrigidos, permitindo a integração das mesmas sem a geração de anomalias, como por exemplo a duplicação de votos ou a exclusão de candidatos.