Notícia

IG

Debandada feminina

Publicado em 10 janeiro 2007

Agência Fapesp

O Brasil tem cerca de 89 milhões de mulheres, o equivalente a 51,2% da população. Elas têm em média maior grau de escolaridade do que os homens e marcam presença, de forma crescente, em praticamente todas as áreas profissionais. Mas uma exceção salta aos olhos: o interesse feminino no setor de computação está caindo dramaticamente.

A longo prazo, o problema poderá acarretar graves impactos sobre a economia, a pesquisa e a ciência, segundo Claudia Bauzer Medeiros, presidente da Sociedade Brasileira de Computação (SBC). "Estamos muito preocupados com isso. Mas o fenômeno não ocorre apenas no Brasil, ele é mundial. Nos Estados Unidos, por exemplo, a presença feminina vem caindo a cada ano na área de computação", disse Claudia.