Notícia

O Diário (Mogi das Cruzes)

De colas a gasolina, tudo e uma novidade

Publicado em 21 maio 2003

Uma máquina alisadora de roupas que dispensa o ferro de passar, uma célula à base d' água que serve como combustível, uma cola que segura pisos, madeira, gesso e não agride o meio ambiente, softwares que facilitam o aprendizado ou organizam programas complicados. O leque de novidades geradas dentro de uma incubadora como o Centro Incubador de Empresas Tecnológicas (Cietec) é grande. O perfil dos empresários inclui estudiosos que gostariam de ver suas pesquisas conquistando aplicações práticas, funcionários de industrias que, depois de anos, sentiram-se desprestigiados e começaram a investir em novos empreendimentos e profissionais em geral com ideias inovadoras. O caso da aeromoça Célia Jaber de Oliveira é emblemático. Para manter as roupas sempre passadas em suas viagens, ela costumava usar o vapor do chuveiro. Certo dia resolver pensar em uma máquina que fabricasse esse vapor e criou a alisadora de roupas. O projeto ficou na incubadora como residente tecnológica e já alcançou o mercado. "As idéias surgem das necessidades do dia-a-dia. Por exemplo: há poucos dias, tomando um café, estávamos falando da qualidade do ar. Agora temos uma incubada estudando um ar- condicionado mais puro", conta o gerente Sérgio Wigberto Risola. (CR.)