Notícia

Esteta

Dados sobre pesquisas com o tema Patrimônio Ferroviário em SP

Publicado em 23 novembro 2015

O egresso do Curso de Turismo (Unesp - Câmpus de Rosana) e mestrando em Arquitetura e Urbanismo (Unesp - FAAC - Câmpus de Bauru), Ewerton Henrique de Moraes, realizou um estudo com o objetivo de verificar a quantidade de auxílios e bolsas que foram fomentadas no estado de São Paulo, através do financiamento da Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo), cujo tema deveria estar relacionado ao estudo do patrimônio ferroviário.

Como resultado do estudo, que foi realizado na Biblioteca Virtual da Fapesp, verificou-se que desde o primeiro projeto desenvolvido na cidade de Bauru em 1994 até o ano 2015, houve um total de 61 auxílios e bolsas concedidas com esta temática pela Fapesp, sendo que, a partir de 2007, ocorreu um aumento no interesse em desenvolver pesquisas sobre patrimônio ferroviário, período marcado pela presença do Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) nas discussões para liquidação da antiga RFFSA (Rede Ferroviária Federal Sociedade Anônima).

O estudo mostra também que dentre todas as universidades do estado, a Unesp obteve maior porcentagem de bolsas e auxílios, totalizando 41 projetos aprovados no tema, o que equivale a 68% do total. O Câmpus de Bauru aparece em primeiro lugar geral com 19 bolsas e auxílios, já o Câmpus de Rosana, possui 9 dos projetos aprovados e aparece no segundo lugar geral.

Outro dado importante levantado é que os docentes da Unesp são os pesquisadores responsáveis com maior número de aprovações, incluindo as orientações de bolsas, sendo que estes foram responsáveis por mais da metade das bolsas e auxílios aprovados. Destaque para o Professor Eduardo Romero de Oliveira, docente do Curso de Turismo (Câmpus de Rosana) e dos Programas de Pós-Graduação de História (Unesp/FCL) e de Arquitetura e Urbanismo (Unesp/FAAC) que foi responsável por 22 projetos aprovados.

Para ver o estudo completo e saber mais acesse o site do Projeto Memória Ferroviária.

Texto original: Ewerton Henrique de Moraes; Adaptação: Cynthia Janiele Caetano da Silva; Revisão: Allan Christyan de Moura Dias

Portal Unesp