Notícia

Universia Brasil

DAAD lança edital para bolsas de doutorado

Publicado em 14 janeiro 2010

O DAAD (Serviço Alemão de Intercâmbio Acadêmico) está com inscrições abertas, até 5 de março, para o programa conjunto DAAD-Capes-CNPq 2010/2011, firmado pela instituição alemã em parceria com a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior e o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico.

As oportunidades de bolsas são para todas as áreas de pesquisa, nas categorias doutorado integral, doutorado sanduíche e duplo doutorado. Para concorrer é necessário que o candidato conclua o mestrado até, no máximo, o fim do primeiro semestre de 2010. Para candidatos às bolsas de doutorado sanduíche e duplo doutorado é necessário estar matriculado em programa de doutorado brasileiro.

Somente a candidatos da área de ciências humanas é exigido conhecimento em nível intermediário do idioma alemão. Ainda assim, todos os candidatos devem fazer teste prévio de nivelamento.

Doutorado sanduíche e duplo doutorado

Os candidatos ao duplo doutorado devem verificar, tanto junto à instituição brasileira quanto junto à universidade alemã pretendida, sobre a possibilidade de dupla titulação no programa de pós-graduação. Esses candidatos, assim como aqueles que desejam bolsa na categoria doutorado-sanduíche, concorrem a estadia de pesquisa de um ou dois anos na Alemanha, conforme acordo entre o orientador brasileiro e o orientador alemão. Caso seja necessário, os selecionados receberão também bolsa prévia de até quatro meses para aprendizado do idioma.

Dentre os requisitos para concorrer nessas categorias está a necessidade de estar inscrito em curso de doutorado no Brasil, com rendimento acadêmico acima da média; apresentar plano de pesquisa, como parte do doutorado; obter aceitação de um orientador alemão e consentimento do orientador brasileiro.

Como benefícios, os contemplados receberão bolsa mensal de mil euros; auxílio para cônjuge; e passagem aérea.

Informações adicionais podem ser obtidas no edital do programa.

Doutorado integral

Na categoria de doutorado integral, as bolsas têm duração de um ano, podendo ser prorrogadas, se for constatada necessidade do projeto e mediante comprovação de bom rendimento acadêmico, em até três anos e meio. Dentre os benefícios, o candidato tem o direito, conforme sua necessidade, de fazer um curso intensivo de língua alemã de até seis meses, a ser realizado na Alemanha antes do início do programa acadêmico.

Os requisitos para concorrer a bolsas de doutorado integral são ter concluído o mestrado e ter rendimento acadêmico acima da média; apresentar plano de pesquisa e carta de aceitação de um professor de uma instituição de Ensino Superior alemã. Os contemplados receberão bolsa mensal de mil euros, auxílio para cônjuge e passagem aérea.

Confira o edital para obter mais informações.

Inscrições

Para se inscrever, é necessário acessar o formulário online do DAAD, onde também há instruções detalhadas sobre o preenchimento para cada tipo de bolsa oferecida.

O DAAD fornece aos candidatos um modelo para carta de recomendação a ser enviada à instituição alemã pretendida e um arquivo de respostas das perguntas mais freqüentes.

Dúvidas podem ser sanadas com Rebeca Mendonça, por meio do telefone 21-2553-3296 ou do doutorado@daad.org.br.

Auxílio a doutorandos

Também estão abertas as inscrições para o programa de auxílio complementar à estadia de pesquisa na Alemanha para doutorandos, oferecido em cooperação com a Capes, o CNPq e a Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo).

Destina-se a estadias de pesquisa com duração de dois a seis meses e relevantes ao desenvolvimento da tese de doutorado. Esse auxílio viabiliza a permanência de doutorandos brasileiros em universidades alemãs, institutos de pesquisa, laboratórios ou bibliotecas para pesquisas específicas, sem a interrupção da bolsa no país da agência brasileira e sem alteração do prazo máximo da bolsa.

Para concorrer o bolsista deve estar regularmente matriculado em curso de doutorado em universidade brasileira, ter bolsa de doutorado na Alemanha, apresentar recomendação do orientador brasileiro e a aceitação do orientador alemão.

Como benefícios ele recebe, por parte da agência brasileira, manutenção da bolsa de doutorado no país, no mesmo valor; por parte do DAAD, ajuda de custo para passagem aérea e 900 euros para estadias de até três meses ou 950 euros para estadias de quatro a seis meses, seguro-saúde e auxílio mensal de 350 euros.

Confira o roteiro de solicitação divulgado pelo DAAD. Para esse benefício o contato é Ursula de Haro, por meio do telefone 21-2553-3296 ou do e-mailursula@daad.org.br.