Notícia

Entrelinhas.com

Cury quer ampliar parceria com FCA-Unesp

Publicado em 26 janeiro 2009

Acompanhado do Secretário Municipal do Desenvolvimento Econômico e professor emérito da FCA, Ricardo de Arruda Veiga, o prefeito João Cury Neto, esteve na sede da Fundação de Estudos e Pesquisas Agrícolas e Florestais (Fepaf), na Prospecta - Incubadora Tecnológica de Botucatu – e na diretoria da Faculdade, no último dia 23.

Segundo Cury, a visita teve a intenção de demonstrar o interesse em estreitar relações com a FCA, buscando estabelecer uma colaboração mais constante entre universidade e poder público.

“Até por conta da presença do professor Ricardo Veiga em nossa equipe de trabalho, tenho certeza de que teremos uma ótima relação e alcançaremos bons resultados em nossas parcerias”.

Na sede da Fepaf o prefeito foi recebido pelo diretor-presidente, professor Iraê Amaral Guerrini e pelo ex-diretor presidente, professor Edivaldo Domingues Velini, que assume o cargo de diretor da FCA na próxima quinta-feira.

Cury conheceu alguns dos principais projetos desenvolvidos pela Fundação, como os diversos eventos científicos e o projeto para a construção do Centro de Ensino de Ciências na área histórica da Fazenda Lageado, que terá a Prefeitura como principal parceira

Na sede da Prospecta o prefeito pode conhecer melhor o funcionamento de uma Incubadora e conversou com os representantes da FCA e da Fepaf sobre a instalação de um eventual Parque Tecnológico em Botucatu. Por fim, João Cury foi recebido pelo professor Leonardo Theodoro Büll, diretor da FCA.

Ao final de sua visita, o prefeito afirmou que seu governo pretende dar uma atenção especial à ciência e à tecnologia, o que deve exigir uma proximidade mais efetiva com as unidades da Unesp.

“Temos uma Subssecretaria voltada especificamente para a Ciência e Tecnologia, ocupada pelo professor Paulo Machado, que também é da Unesp, com passagens pela Fapesp, e que conhece muito bem a área”, disse.

“Isso mostra o interesse que temos em utilizar com qualidade toda essa capacidade intelectual da Unesp. Temos uma universidade desse porte, gerando conhecimentos e temos que aproveitar esse fato de maneira a resultar em benefícios para a população”.

[com assessoria]