Notícia

EcoAgência

Curta sobre físico de Porto Alegre vence Prêmio Especial do Minuto Ciência

Publicado em 19 dezembro 2013

Por Karina Toledo, da Agência FAPESP

Em apenas 43 segundos, o vídeo O homem que conserta estrelas narra a história do físico Ary Nienow, o mais antigo funcionário do Planetário de Porto Alegre (RS). Dirigido pela gaúcha Denise Marchi, de 27 anos, o curta recebeu o Prêmio Especial do concurso Minuto Ciência 2013 - organizado pelo Festival do Minuto com apoio da FAPESP.

Realizado pelo segundo ano consecutivo, com o objetivo de despertar a curiosidade e incentivar o interesse em ciência na população, o concurso recebeu entre os dias 1º de abril e 20 de novembro as inscrições de 160 vídeos, dos quais 90 foram considerados válidos.

De acordo com Marcelo Masagão, diretor do Festival do Minuto, a distribuição etária dos participantes foi mais uniforme nesta edição em comparação a 2012, quando 47% do participantes eram menores de 18 anos. Além disso, aumentou o número de participantes estrangeiros.

"Houve um efetivo interesse de pessoas de todas as idades e de 12 países diferentes, além do Brasil. A qualidade dos vídeos aumentou consideravelmente em relação a 2012. Isso mostra que estamos atingindo nosso objetivo de começar a criar uma cultura do tema relacionado às ciências dentro do Festival do Minuto. As pessoas de fato começaram a usar a linguagem audiovisual para falar sobre ciência, muitas vezes tendo como ponto de vista a sua aplicação no dia a dia", avaliou Masagão.

Os trabalhos ganhadores foram escolhidos por uma curadoria do Festival do Minuto, por representantes da FAPESP e receberam votos do público pelo Facebook e pelos sites do Festival do Minuto e do Minuteen - edição do concurso voltada para jovens entre 10 e 14 anos.

Vencedor na categoria "Prêmio Especial", O homem que conserta estrelas receberá o Troféu Minuto e mais R$ 4 mil. Em entrevista à Agência FAPESP, Marchi contou que o trabalho é uma síntese de um documentário de mesmo nome também dirigido por ela.

"Dirigi e roteirizei um documentário de 15 minutos sobre a história do Ary Nienow para concorrer no concurso "Histórias Curtas 2013", organizado pela rede de TV RBS. Decidi então fazer uma versão mais curta, com a ajuda do montador Daniel Laimer, para concorrer no Festival do Minuto e ajudar na divulgação do filme", contou a diretora.

Nienow trabalha há cerca de 40 anos no Planetário de Porto Alegre, onde ingressou como estagiário. Ainda hoje é o responsável pela manutenção do equipamento.

Na categoria "Melhor Vídeo", o vencedor foi The beauty of mathematics, que receberá o Troféu Minuto e um prêmio de R$ 2 mil. Produzido pelos franceses Yann Pineill e Nicolas Lefaucheux, ambos de 25 anos e recém-graduados em design gráfico pela faculdade ESAG Penninghen, de Paris, o vídeo mostra complexas equações matemáticas por trás de elementos do cotidiano, como uma luz acendendo, a neve caindo, ou um peão girando.

"Não somos matemáticos. O vídeo originalmente foi um projeto da graduação que tinha como tema a beleza. Mas este é um tópico muito subjetivo e procuramos uma forma de ser o mais objetivo possível. A ciência foi a resposta", contou Pineill.

Os estudantes do colégio Móbile Fernanda Daudén, Felipe Noronha, Mariana Guerra e Nicolle Libbos venceram na categoria "Melhor Vídeo" do concurso Minuteen com o curta Aquecimento global segundo hipótese não antrópica. Eles também receberão o Troféu Minuto e um prêmio de R$ 2 mil.

Na categoria "Escolha do Público", com votação realizada pelo Facebook, o vencedor foi o vídeo Perspective, produzido pelo ilusionista Emerson Ambrosio, de 41 anos, morador de São Bernardo do Campo.

"Quando vi o tema ciência eu pensei em fazer algo que parecesse mágica, mas que ficasse provado que era apenas algo baseado na ciência mesmo", contou Ambrosio, que também recebeu menção honrosa com o trabalho na categoria "Melhor vídeo".

Outros participantes que receberam menção honrosa e o Troféu Minuto foram: Jacques Sanfilippo (Brasília), com o vídeo Chinelotron; Anna Celarek (Alemanha), com Scale; e Fernanda Mendes de Rezende (Taboão da Serra), com Herba transmutatio.

Agência FAPESP - EcoAgência