Notícia

IstoÉ Dinheiro online

Curados da forma grave da covid-19 apresentam sequelas prolongadas

Publicado em 17 junho 2021

A grande maioria dos pacientes que sobrevivem à forma grave da covid-19 apresentam sintomas prolongados ou sequelas da doença. É o que apontam dados preliminares de estudos científicos apresentados pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) que monitoram a saúde mental, qualidade de vida, reabilitação física, financeira e cognitiva de pacientes curados do coronavírus.

“A Covid-19 pode trazer também consequências de longo prazo para pacientes. Como essas implicações ainda não estão completamente entendidas pelos cientistas, é muito importante estimular a troca de conhecimento e de experiências entre pesquisadores de todo o mundo”, disse à Fapesp Luiz Eugênio Mello, diretor científico do órgão.

No Brasil, são monitorados 882 pacientes curados da forma grave da covid-19, sendo que mais da metade precisou de internação em Unidades de Terapia Intensiva (UTI). Desse contingente, 89,3% apresentaram sintomas persistentes como cansaço, dores pelo corpo e dispneia (falta de ar e dificuldade de respiração); 58,7% relatam ao menos um sintoma emocional ou cognitivo, como perda de memória (42%), insônia (33%), falta de concentração (31%), ansiedade (28%) e depressão (22%).

“Os sintomas estão todos relacionados. Uma pessoa que reclama de perda de memória também relata insônia, ansiedade e depressão”, disse Geraldo Busatto, coordenador do Laboratório de Neuroimagem em Psiquiatria do Hospita das Clínicas, à Fapesp.

“Há uma variedade de transtornos entre esses pacientes e um índice similar de estresse pós-traumático (13,65%) em relação aos dados disponíveis sobre a população em geral. No entanto, encontramos índices altos de alucinações (8,71%) e delírios (6,35%)”, ressaltou.

A recuperação da covid também pode ser lenta para muitos pacientes. Um estudo realizado na Universidade de Saúde e Ciência de Oregon, nos Estados Unidos, mostrou que 85% dos pacientes ainda não tinham se restabelecido completamente um mês depois da alta hospitalar. Do total, 65% apresentavam alguma incapacidade e 63% tinham algum problema cognitivo significativo.

Essa notícia também repercutiu nos veículos:
O Dia (PI) Portal R7 Portal R7 UOL Juína News EQL - Elas Que Lucrem Rádio Uau Rádio Uau Medicina no Brasil Portal Gongogi Folha de Piraju online MSN (Colômbia) El Espectador Hn (Honduras) Vision Art News Identidad Correntina (Argentina) Multimedio Reporte 24 (Argentina) Crónica (Argentina) online Reporte 24 (Argentina) MSN (Argentina) Perfil.com (Argentina) Agora Região 360 News Noticias de Contagem online Tribuna PR Gazeta do Povo online (PR) Blog do Moysés Peruhype Carlech Correio de Minas Infofix Gizmodo Brasil Plena Jataí Hits 99,7 FM Projeto Colabora Hojemais Maringá PR Poliarquia D24AM Poder360 Diário da Saúde Espaço Ecológico no Ar El Sol de Margarita (Venezuela) online People's Daily (China) Diário do Pará online Noticias de Nueva Esparta (Venezuela) Rede BCN Portal Correio Focando a Notícia Revista Amazônia Resenha Politika Atemporal Jornal da Cidade (Bauru, SP) online Belém online Ubaitaba.com Folha Vitória online Diário da Amazônia online Portal de Notícias Virou Manchete Folha de Rondônia News Suplemento e Dieta Pledge Times (Índia) Noticias RTV (Espanha) Plantão News (MT) Blog Jornal da Mulher MSN A Província do Pará Veja Saúde online Blog Erisan Oliveira Notícias Paranashop Investe São Paulo Blog A Crítica Entorno inteligente (Venezuela) GMundo News Blog do Pedlowski Planeta online Contra Réplica (México) online Xinhua Español (China) Saense Potengi na Internet Leiamais.ba Pfarma Bahia e Região Rádio Tucunaré Notícias SP+ Refugo El Diario de Guayana (Venezuela) online MSN (México) MX Político (México) Milenio (México) online Câmara Municipal de São Paulo Dom Total Quimiweb A Crítica (AM) online Agência Brasil China Meio Norte online (Piauí) Jornal da Ciência online Galileu online BN - Bahia Notícias MT HOJE Rondonotícias Metropóles MSN Denis Enfermagem O Alto Acre