Notícia

Suino.com

CTNBio aprova mais uma vacina contra a circovirose suína

Publicado em 19 setembro 2008

Além disso, a orgão liberou a comercialização de novas variedades de milho transgênico.

Redação (19/09/2008)- A Comissão Técnica Nacional de Biossegurança (CTNBio) aprovou nesta quinta-feira (18/9) a liberação comercial de mais quatro variedades de organismos geneticamente modificados (OGMs). Foram aprovadas duas variedades de milho, uma de algodão e uma vacina animal contra a circovirose suína.

"Esses processos estavam sendo analisados há muito tempo e como já estavam concluídos colocamos em votação. A aprovação dá seqüência aos trabalhos da CTNBio", disse Walter Colli, presidente da comissão. Com o aval, o próximo passo é a liberação do produto pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

A primeira liberação comercial aprovada na sessão foi para uma variedade de milho tolerante a glifosato, que recebeu 16 votos favoráveis, três contra e uma abstenção. Na seqüência foi aprovado o pedido para liberação de uma semente de algodão, também tolerante a glifosato, que obteve 16 votos a favor, um contra e três abstenções.

A outra espécie de milho, também tolerante ao glifosato, foi aprovada com 16 votos favoráveis e quatro contra. Os membros da CTNBio aprovaram ainda, com 20 votos a favor, a comercialização de mais uma vacina contra a circovirose suína.

Ainda foram aprovados sete pedidos de liberação planejada no meio ambiente (pesquisa). Os integrantes da comissão aprovaram também diversas medidas, como alteração em Comissão Interna de Biossegurança (CIBio) e em Certificado de Qualidade em Biossegurança (CQB).

Mais informações: www.ctnbio.gov.br/upd_blob/0000/509.doc

fonte: Agência Fapesp