Notícia

Agência USP de Notícias

Cruesp-Bibliotecas lança portal gratuito de livros eletrônicos

Publicado em 17 agosto 2007

Por Olavo Soares / USP Online

O portal reunirá sete coleções de livros eletrônicos — os chamados e-books — de distintas áreas do conhecimento. O acesso será gratuito e livre para quem acessar o portal dos terminais cadastrados, o que contempla toda a rede de computadores da USP e outras universidades.

O lançamento oficial do portal se dará no auditório da Biblioteca Central da Unicamp. O consórcio Cruesp-Bibliotecas, responsável pelo projeto, é um braço do Conselho de Reitores das Universidades Estaduais de São Paulo (Cruesp) e reúne os gerenciadores das bibliotecas das três instituições, que têm no órgão um espaço para a discussão de iniciativas em conjunto.

 O Portal E-books é uma delas. Segundo Adriana Ferrari, diretora técnica do Sistema Integrado de Bibliotecas (Sibi) da USP, é imprescindível que o diálogo entre as três universidades esteja afinado. E a implantação do portal traduz essa ambição: "para negociar a compra dos e-books, conseguimos um melhor preço, já que estávamos atuando em conjunto. É uma iniciativa muito benéfica", destaca. O trabalho no formato de consórcio rendeu ao projeto também o apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa de São Paulo (Fapesp).

Variedade

Adriana aponta que na comunidade científica não há uma demanda específica pelos e-books. O que há, segundo a diretora, é uma busca por uma maior acessibilidade e difusão da informação — e é justamente nessa linha que o projeto se encaixa. "É evidente que as bibliotecas e os livros tradicionais não acabarão. Mas o papel das bibliotecas ganha uma nova função, com a chegada dos meios digitais", comenta. Segundo a diretora, o Sibi fará capacitação dos bibliotecários da Universidade, para que esses auxiliem os pesquisadores a interagirem com as novas tecnologias.

O Cruesp-Bibliotecas teve, no processo de aquisição dos e-books, a preocupação de que as coleções adquiridas contemplassem diferentes ramos do ensino e pesquisa. "Sabemos que, para algumas áreas, a oferta de livros eletrônicos é maior que a de outras. Mas nossa meta foi fazer com que o portal fosse benéfico para todas as áreas, e por isso diversificamos as aquisições", explica Adriana Ferrari.

 Há títulos em português e espanhol. Mas o inglês, língua mais utilizada no mundo científico, é o idioma da maior parte das publicações.

Acesso

Todos os computadores da USP terão acesso direto ao portal. Usuários da rede VPN — que replica, em micros particulares, a rede de computadores que o funcionário ou pesquisador utiliza na USP — poderão consultar o Portal E-Books em seus micros.

A sistemática de uso seguirá o que é feito, hoje, para o acesso a periódicos e revistas científicas. A editora do e-book disponibiliza um campo para consulta livre dos textos, sendo vetado ao usuário apenas a cópia completa da obra. 

Inicialmente, o Portal E-Books terá a duração mínima de cinco anos. Nesse período, o Sibi e o Cruesp-Bibliotecas verificarão como foi o acesso ao sistema, se ele apresentou os resultados esperados, e quais serão as próximas medidas a serem tomadas em relação ao projeto. Mas Adriana Ferrari destaca que é bem improvável que, após os cinco anos iniciais, o portal deixe de existir: "a demanda na Universidade é sempre para o novo. E o acesso ao conhecimento é algo que interessa a todos. Acredito que a utilização e a repercussão do projeto só tendem a crescer".

A partir de 22 de agosto, o Portal E-Books poderá ser acessado pelo endereço http://bibliotecas-cruesp.usp.br/unibibliweb/.