Notícia

UDOP - União dos Produtores de Bioenergia

Cronologia: Internet no Brasil - 10 anos

Publicado em 02 julho 2012

1962

Governo americano inicia o desenvolvimento de uma rede de comunicação para fins militares.

1969

A Arpanet em projeto do Departamento de Defesa dos EUA para interligar pontos estratégicos a uma rede descentralizada, que não pudesse ser destruída por bombardeios.

1972

A arroba (@) passa a ser utilizada para a comunicação via emails.

1974

O número de instituições participantes da Arpanet sobe para 40. A troca de mensagens e de arquivos torna-se realidade. É criada a Telenet, o primeiro serviço comercial de acesso à rede dos Estados Unidos, e a palavra Internet é usada pela primeira vez pelo cientista Vinton. Cerf.

1978

Criada a primeira rede de comunicação BBS.

1979

Nasce a Unix User Network, a Usenet.

1983

É estabelecido o TCP/IP (Transmission Control Protocol/Internet Protocol), a linguagem comum usada por todos os computadores conectados à rede até hoje.

1984

É registrado o primeiro domínio pontocom, da empresa de informática Symbolics.com.

1988

No Brasil, ocorre a conexão à Bitnet da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), do Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC) e da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP).

1989

No Brasil, uma rede conecta a Fapesp ao Fermilab, laboratório de Física de Altas Energias de Chicago (EUA), por meio de retirada de arquivos e correio eletrônico. O Instituto Brasileiro de Análises Sociais e Econômicas (Ibase) coloca no ar rede Alternex.

1991

Tim Berners-Lee e Robert Cailliau criam a World Wide Web, sistema de hipertextos que funciona a partir de links clicáveis que levam a outros sites. O www facilitou a navegação pela rede. No Brasil, o acesso ao sistema foi liberado para instituições educacionais, de pesquisa e a órgãos do governo.

1992

Instituto Brasileiro de Análises Sociais e Econômicas (Ibase) e a Associação para o Progresso das Comunicações (APC) liberam o uso da Internet para ONGs. No mesmo ano, o Ministério da Ciência e Tecnologia inaugurou a Rede Nacional de Pesquisa (RNP) e organizou o acesso à rede por meio de um "backbone" (tronco principal da rede). A RNP passa a operar os nós da rede no Brasil. A cobertura da ECO 92, realizada no Rio de Janeiro, é feita pela web.

1993

Marc Andreessen, de 23 anos, cria o Mosaic, o primeiro browser (visualizador) da Internet. Dois anos depois, lançará o Netscape. No Brasil, ocorre a primeira conexão de 64 kbps à longa distância, estabelecida entre São Paulo e Porto Alegre.

1994

Jerry Yang e David Filo criam o site de busca Yahoo!, um dos mais acessados do mundo. No Brasil, estudantes da USP criam centenas de páginas na Internet. A Embratel inicia serviço comercial de acesso à internet. Lançada a primeira versão do browser Netscape. Um show dos Rolling Stones é transmitido pela web. A rede inicia a era dos banners.

1995

Os ministérios das Comunicações e da Ciência e Tecnologia criam a figura do provedor de acesso privado à Internet e liberam a operação comercial no Brasil. Em maio, é lançado o primeiro jornal brasileiro na Internet, o Jornal do Brasil. Em junho, o Bradesco dá início a seu serviço de Internet.

1996

O Brasil tem 100 mil usuários. Em maio, surge o Universo Online (UOL). Em 1o de dezembro, é lançado o portal e provedor de internet ZAZ, com o slogan Zaz - O seu canal na internet. Gilberto Gil lança a canção "Pela Internet". Lançado o primeiro comunicador instantâneo, o ICQ.

1997

Início da tecnologia streaming (vídeo).

1998

Começam os investimentos de empresas estrangeiras de tecnologia e de comunicações no Brasil, que já tem 1 milhão de usuários. 26% das declarações de Imposto de Renda são feitos via internet. O resultado das eleições para presidente, governadores e deputados é publicado em tempo real. Surge o Zipmail, serviço de email gratuito via web. Larry Page e Sergey Brin, dois estudantes Ph.D de Stanford, criam o Google.

1999

O Brasil já tem 2,2 milhões de usuários. Governo brasileiro lança o programa Sociedade da Informação, para combater a exclusão digital. A Telefônica compra o ZAZ e lança o Terra Networks. A Jovem Pan estréia as transmissões de rádio via web. Shawn Fanning, um universitário norte-americano cria, o Napster.

2000

O Napster proporciona o compartilhamento de músicas em mp3 entre usuários e infringe as leis de direitos autorais. A indústria fonográfica estremece com a queda das vendas e bandas como Metallica se levantam contra seus fãs por sentirem-se lesado. Banda larga chega ao Brasil. O iG lança, no País, o primeiro provedor de acesso grátis à internet. A chamada "bolha da internet" tem seu ápice em 2000, mas no mesmo ano começa a cair vertiginosamente, com as ações das empresas de tecnologia despencando nos mercados.

2001

Atentado ao WTC traz recorde de audiência na web.

2002

Governo brasileiro levanta a bandeira do software livre para proporcionar a inclusão digital. Início do Wi-Fi (internet banda larga sem fio). TV Terra atinge mais de 3 milhões de visitantes por mês. Ondas de serviços online modificam o comportamento do internauta: álbum de fotos, e-mail protegido, bloggers, Instant Messenger.

 2003

Mozilla desenvolve o browser gratuito Firefox. Apple lança o iTunes, loja virtual de música. A Associação da Indústria de Gravadoras Norte-Americanas inicia os processos contra usuários de baixam músicas ilegalmente.

2004

O Brasil é líder mundial de inscritos no Orkut, o site de comunidades virtuais mais procurado do mundo. Atualmente, somos cerca de 30 milhões de internautas. O uso de webcams começa a se popularizar.

2005

Em abril, o brasileiro bate recorde de navegação, passando 15 horas e 14 minutos na internet, tornando-se o primeiro País com maior tempo de navegação domiciliar, ultrapassando o Japão.