Notícia

Envolverde

Cresce o número de mulheres cientistas

Publicado em 15 março 2011

Por Andréa Marques, do Nota 10

Em 2010, das 19.678 solicitações iniciais de apoio à pesquisa apresentadas à Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) 42% foram apresentadas por mulheres. O percentual tem crescido continuamente desde 1992, quando foi de 30%. Segundo levantamento feito pela Fapesp, a taxa de sucesso global, definida como o número de propostas aprovadas dividido pelo número de propostas analisadas no ano, foi, em 2010, de 61% para as mulheres e de 60% para os homens. Para as grandes áreas de Ciências da Saúde, Ciências Agrárias e Engenharias, observa-se um crescimento forte na proporção de mulheres. Em Ciências da Saúde, o percentual cresceu de 34% em 1992 para 54% em 2010; para Ciências Agrárias, foi de 23% em 1992 para 40% em 2010. No caso das Engenharias, a participação feminina quase triplicou, passando de 8% para 22% no período.

(Envolverde/Nota 10)