Notícia

Portal Exame

Cratera guarda memória de impacto de corpo celeste em SP

Publicado em 22 março 2016

Por José Tadeu Arantes, da Agência FAPESP
Uma grande cratera, produzida pelo impacto de um objeto celeste, estende-se por uma área de 10,2 quilômetros quadrados na periferia do município de São Paulo. A formação geológica, denominada cratera de Colônia, situa-se a menos de 40 quilômetros do marco central da cidade, a Praça da Sé, na orla sudoeste da bacia hidrográfica Billings. Com o interior atulhado por sedimentos e a borda coberta pela vegetação, a cratera permaneceu ignorada até o início da década de 1960, quando as fotos aéreas e depois as imagens de [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.