Notícia

Metropóles

Covid-19: projeto brasileiro identifica insuficiência respiratória pela voz

Publicado em 22 junho 2020

A tecnologia pretende encurtar o tempo de diagnóstico por meio da avaliação da fala do paciente em consultas remotas

Pesquisadores brasileiros estudam como alterações na voz podem ajudar a identificar pacientes com insuficiência respiratória, um dos sintomas da Covid-19.

A técnica consiste em detectar remotamente, por meio de telemedicina – atendimento por telefone ou computador – se o paciente apresenta um nível de insuficiência respiratória que indique a necessidade de uma uma avaliação mais criteriosa em um hospital.

O projeto Spira – Sistema de Detecção Precoce de Insuficiência Respiratória por meio de Análise de Áudio –, tem à frente pesquisadores do Centro de Inteligência Artificial, apoiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), e financiado pela IBM.

Para identificar os padrões de fala, os pesquisadores pediram que pacientes internados com Covid-19 no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP gravassem frases elaboradas por eles, como: “o amor ao próximo ajuda a enfrentar o coronavírus com a força de que a gente precisa”.

Programas baseados em inteligência artificial vão comparar o conteúdo com as mesmas frases faladas por pessoas saudáveis. Os interessados podem se voluntariar no site do Spira. A quantidade de pausas, respirações e outros padrões presentes na voz durante a leitura da frase são fatores determinantes para o pré-diagnóstico.

“A ideia é que o sistema facilite o trabalho de triagem dos pacientes pelas equipes médicas, principalmente no momento atual, em que o sistema de saúde está sobrecarregado”, disse Marcelo Finger, coordenador do projeto e professor do Instituto de Matemática e Estatística (IME) da USP à agência Fapesp. (Com informações da Agência Fapesp)