Notícia

Jornal a Cena/curitiba

Cora Pedras e Flores, uma homenagem a Cora Coralina

Publicado em 30 março 2018

A encenação teatral presta homenagem a Cora Coralina, poetisa goiana que, mesmo só publicando seu primeiro livro já na terceira idade, foi aclamada por Carlos Drummond de Andrade como “a pessoa mais importante de Goiás”.

“Eu sou aquela mulher que fez a escalada da vida removendo pedras e plantando flores” é o verso que empresta título a este espetáculobaseado na biografia escrita pela sua filha, Vicência Brêtas Tahan. O elenco é composto por Cris Camilo e Josué Torres. Direção de Cláudia Savastano, dramaturgia de Mauro Hirdes e iluminação de Celso Linck.

As apresentações se darão: no Instituto Italiano de Cultura dia 30 de março às 18h e no Novelas Curitibanas dias 31 março as 18h e 1º abril às 12 h.

A PEÇA

Cora Coralina, foi uma doceira e poetisa goiana que encantou o Brasil nas décadas de 70 e 80 pela beleza dos seus versos.

Em 1966, depois de 45 anos fora de Goiás, sua terra natal, Cora retorna à cidade para não perder a velha casa da família por usucapião. Resolve se estabelecer na cidade e, para sobreviver torna-se doceira. É quando ela, que a vida inteira nunca parou de escrever, ganha de um amigo uma máquina de escrever e se vê obrigada a finalizar seu primeiro livro.

Amparada nas memórias da infância e da adolescência, tema recorrente em suas poesias, o texto contextualiza o preconceito e a dificuldade de aceitação pela conservadora sociedade local e se apoia na inspiradora perseverança de Cora para mostrar que a realização pessoal e profissional é possível no tarde da vida.

UNIDADE MÓVEL DELL’ARTE

O espetáculo será encenado em um palco itinerante desenvolvido com apoio da FAPESP (Fundo de Amparo a Pesquisa do Estado de São Paulo) por meio do seu programa PIPE (Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas).

A unidade móvel oferece uma solução integrada de transporte, montagem e operação e foi concebida para apresentações de pequenos grupos artísticos em praças e espaços públicos, com boa qualidade técnica de luz e som e autonomia de energia por até 2 horas. As suas principais características são:

-Transportar todos os equipamentos necessários para o espetáculo

– Facilidade de montagem e operação da estrutura e equipamentos

– Poder ser guardada em uma vaga convencional de estacionamento

– Poder ser rebocada por motorista com habilitação comum (CNH – tipo B)

O produtor e coordenador do projeto Mauricio Hirdes e o autor da peça e engenheiro responsável do projeto Mauro Hirdes estarão apresentando a unidade móvel a todos interessados 2 horas antes das apresentações.