Notícia

UNICAMP - Universidade Estadual de Campinas

Coordenador-geral inaugura reformas em Centro de Documentação Cultural do IEL

Publicado em 18 novembro 2011

O coordenador-geral da Unicamp, Edgar Salvadori De Decca, inaugurou na quinta-feira (17) a primeira etapa das reformas na sede do Centro de Documentação Cultural Alexandre Eulalio (Cedae), do Instituto de Estudos da Linguagem (IEL). Foram investidos cerca de R$ 600 mil para melhorias na adequação do espaço e aquisição de equipamentos. As adequações na infraestrutura devem permitir, futuramente, a digitalização de todo o acervo e a instalação de um parque informático no Centro. Cerca de R$ 500 mil ainda devem ser aplicados em uma segunda etapa da reforma, que contemplará os pisos superiores do espaço, localizado no bloco VII do IEL.

"O Centro tem muito a ver com a figura do Alexandre Eulalio, muito importante para a história do IEL e para a área das ciências humanas. A preservação documental faz parte da história da Unicamp. Desde a sua fundação, a Universidade teve a preocupação em constituir acervos, naquilo que é uma das suas marcas, que é preservação da memória e do passado", recordou-se Edgar De Decca, durante a solenidade de inauguração. "A preservação do acervo, por meio de ações de microfilmagem e digitalização, irá permitir que as pesquisas se realizem e se multipliquem, ao mesmo tempo em que se reduz o manuseio da documentação original, melhorando, dessa maneira, as condições de preservação de um acervo dos mais relevantes para as pesquisas no campo dos estudos da linguagem e das humanidades em geral", justificou a supervisora do Centro, Flávia Carneiro Leão.

O Cedae conta com expressivo conjunto de fundos pessoais de escritores e intelectuais brasileiros, além fundos institucionais e coleções documentais. O Centro traz o nome do professor Alexandre Eulalio, que atuou no Departamento de Teoria Literária do IEL no período de 1980 a 1988. A melhoria na infraestrutura do Centro contou com recursos da Financiadora Pública de Projetos (Finep), da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), do Fundo de Apoio ao Ensino, à Pesquisa e Extensão (Faepex) e da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp).

"Essa infraestrutura significa, fundamentalmente, a constituição de um laboratório de digitalização e de um laboratório multimídia de pesquisa, além de toda a preparação necessária para o suporte dessa estrutura, e que envolveu a adequação do espaço físico por meio de obras civis e a atualização das redes elétrica, telefônica e de dados", complementou Flávia Carneiro.

A diretora do IEL, Matilde Virginia Ricardi Scaramucci, expressou sua satisfação com a conclusão da primeira etapa da reforma. "Estou muito feliz em poder entregar tanto à comunidade interna como externa um ambiente totalmente remodelado com serviços cada vez melhores. E também aos funcionários deste setor, que terão um ambiente mais agradável e confortável", disse.

Para a coordenadora do Cedae, Raquel Salek Fiad, a conclusão da reforma só foi possível graças a "um trabalho conjunto de toda a equipe do IEL. E outra coisa importante é daqui pra frente, ou seja, a digitalização e a microfilmagem. É um novo desafio para toda a equipe do Cedae e do IEL" revelou. Participaram ainda da inauguração o diretor-associado do IEL, Flávio Ribeiro de Oliveira; o ex-diretor, Álcir Pécora; o ex-coordenador do Cedae, Jefferson Cano; além de docentes, funcionários e alunos.

O Cedae foi fundado em 1984 e conta, atualmente, com 400 m² divididos em salas de consulta, ateliê de conservação, área de processamento técnico arquivístico, área de reprografia e digitalização, reserva técnica e área administrativa. A função do Centro é reunir, conservar, organizar, descrever e disseminar informações constantes de seu acervo, constituindo-se num espaço de estudo e pesquisa.