Notícia

Diário da Região (São José do Rio Preto, SP)

Cony, sagrado e profano

Publicado em 04 julho 2002

Por Romildo Sant'Anna
O velho permaneceu vários dias com os olhos abertos e a boca fechada. Na hora do desenlace, ante a família comovida, balbuciou erótico, libertino: "Que pernas... que pernas!", e morreu Sou afeiçoado da crônica jornalística. Em criança, ouvia na Rádio as "Crônicas do Dia" de Dinorath do Valle; em adulto (e a sombra dessa palavra me enche de pânico), emocionaram-me as crônicas de Carlos Drummond, Fernando Sabino, Lourenço Diaféria, Luís Fernando Veríssimo, Paulo Mendes Campos, Carlos Heitor Cony, Rubem Braga... pulsantes no lado [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.