Notícia

Borracha Atual

Convênio incentiva pesquisa em biopolímeros

Publicado em 01 março 2008

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) e a Braskem assinaram um convênio de cooperação para incentivar o avanço do conhecimento na obtenção de polímeros a partir de matérias-primas renováveis da cadeia produtiva de biocombustíveis. O acordo prevê investimento total de R$ 50 milhões, divididos igualmente entre a FAPESP e a Braskem ao longo de cinco anos. Os projetos de pesquisa financiados no âmbito do convênio serão desenvolvidos conjuntamente por pesquisadores de universidades e institutos de pesquisa do estado de São Paulo e da Braskem, nos termos do Programa Pesquisa em Parceria para Inovação Tecnológica (PITE), da FAPESP. As equipes de trabalho mistas terão um coordenador responsável, vinculado a uma instituição de ensino superior e pesquisa, com experiência comprovada no tema das propostas. São dois grandes temas de interesse propostos na chamada pública para apresentação de projetos: processos de síntese de intermediários, monômeros e polímeros a partir de matérias-primas renováveis (açúcares, etanol, biomassa, glicerol e outros intermediários e subprodutos da cadeia produtiva de biocombustíveis); e pesquisas na área de materiais atribuindo aos "polímeros verdes" propriedades físico-químicas que permitam sua utilização em diferentes aplicações.