Notícia

TN Petróleo online

Convênio incentiva pesquisa em biopolímeros

Publicado em 28 fevereiro 2008

A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) e a Braskem assinaram ontem (27/12) convênio de cooperação para incentivar o avanço do conhecimento na obtenção de polímeros - utilizados na produção de plásticos - a partir de matérias-primas renováveis da cadeia produtiva de biocombustíveis.O investimento de R$ 50 milhões será dividido entre a fundação e a Braskem ao longo de 5 anos.

 Presente à cerimônia de assinatura, o governador José Serra destacou o papel da Fapesp na produção de ciência e também de tecnologia no estado de São Paulo. Sobre as pesquisas com vistas a aplicações previstas pelo acordo, afirmou que "a substituição de produtos de origem fóssil tem grande importância para o meio ambiente. Cerca de 46% da energia consumida no país já é renovável e devemos contribuir para ampliar ainda mais esta margem".

 Na abertura, o presidente da Fapesp, Celso Lafer, destacou o acordo pelo que ele representa em termos de convergência e cooperação entre os setores público e privado. "É importante realçar a dimensão dessa parceria para a matriz energética e para o desenvolvimento sustentável do país", disse.

 "Ao lado da formação de recursos humanos e do apoio à pesquisa acadêmica, é parte fundamental da estratégia da Fapesp apoiar projetos de pesquisa exploratória em regime de co-financiamento com empresas. O convênio Fapesp-Braskem abre mais uma possibilidade para isto, em temas relacionados à alcoolquímica", afirmou Carlos Henrique de Brito Cruz, diretor científico da Fapesp. Segundo ele, com o apoio aos projetos selecionados pela chamada pública de propostas "ao mesmo tempo em que se intensifica a pesquisa acadêmica nos temas do convênio, cria-se conhecimento que contribuirá para a competitividade da empresa".

Segundo José Carlos Grubisich, presidente da Braskem, "a parceria está alinhada com a estratégia da companhia de melhoria de competitividade e de criação de valor por meio da tecnologia e inovação. Além disso, reforça o seu compromisso em promover o desenvolvimento sustentável, em sintonia com as aspirações da sociedade em prol de iniciativas que contribuam concretamente para a redução do efeito estufa".

Estiveram ainda presentes à cerimônia na sede da Fapesp o secretário de Ensino Superior Carlos Vogt e o vice-governador e secretário de Desenvolvimento Alberto Goldman.