Notícia

Jornal da USP online

Contaminação oceânica atinge a saúde humana

Publicado em 26 abril 2018

Por Rose Talamone

No programa “Ambiente é o Meio”, o engenheiro Caio Cipro afirma que a ação humana é responsável pela contaminação dos oceanos

//jornal.usp.br/wp-content/uploads/AMBIENTE-É-O-MEIO-25-04-2018-CONTAMINAÇAO-OCEANICA-CAIO-CIPRO.mp3

download do áudio

No programa Ambiente É o Meio desta semana entrevista com Caio Vinícius Zecchin Cipro, engenheiro de alimentos pela Unicamp, atualmente bolsista de pós-doutorado pela Fapesp junto ao Instituto Oceanográfico (IO) da USP.

Cipro explica o que são e quais são os metais pesados que contaminam os oceanos e lembra que essa expressão nem é mais usada. “Nem todos elementos são metais e nem todos são pesados, então hoje usa-se elementos-traço”.

Esses elementos-traço vêm de fontes naturais, mas por conta da ação humana, desde a economia até o avanço da tecnologia, esses elementos estão sendo usados de outras formas e muitas delas prejudiciais. “Existe uma série de efeitos nocivos para a saúde humana. O mercúrio, por exemplo, bastante conhecido e muito usado no garimpo, e o chumbo, são elementos que possuem uma série de efeitos neurotóxicos; já o cádmio interfere na formação dos ossos e é super tóxico para os rins. Sozinhos esses elementos já são tóxicos, quando se misturam com outros a toxicidade aumenta”, alerta.