Notícia

Agência C&T (MCTI)

Conselho Universitário entrega título a Professores Eméritos

Publicado em 27 outubro 2007

O Conselho Universitário (ConsUni) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) entregou no dia 19 de outubro o título de professor Emérito a quatro docentes pelo reconhecimento do trabalho dedicado à universidade. Na ocasião foram homenageados Bento Prado de Almeida Ferraz Júnior (in memoriam), Carlos Ventura D' Alkaine, José Roberto Gonçalves da Silva e Luiz Antonio Carlos Bertollo.

Bento Prado de Almeida Ferraz Júnior foi docente do Departamento de Filosofia e metodologia da Ciência da UFSCar de 1977 até o seu falecimento, no início deste ano. É reconhecimento como um dos mais importantes filósofos que o Brasil já teve. Ele foi representado pelo seu filho Bento Prado de Almeida Ferraz Neto.

Carlos Ventura D'Alkaine é docente no Departamento de Química desde 1979, atuando atualmente como professor voluntário, após sua aposentadoria.

José Roberto Gonçalves da Silva foi docente da UFSCar durante 34 anos, além de ter tipo participação fundamental no estabelecimento do Departamento e do Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Matérias da Universidade, é um dos responsáveis pela própria consolidação da área como uma nova engenharia no Brasil.

Luiz Antonio Carlos Bertollo, docente do Departamento de Genética e Evolução desde 1970, ano do início das atividades da UFSCar, é o professor mais antigo ainda em atividade na Instituição.

Em 35 anos da universidade, apenas seis professores já receberam o título, entre eles Eduardo Fausto de A. Neves (2005) e Élson Longo da Silva (2005).

O reitor e presidente do ConsUni Osvaldo Baptista Duarte Filho, a vice-reitora Maria Stella Alcântara Gil, o vice-prefeito Emerson Leal e os novos professores eméritos compuseram a mesa da solenidade. A entrega aconteceu no Anfiteatro Bento Prado Júnior, na Universidade Federal de São Carlos.

A homenagem foi aprovada pelo Conselho universitário (ConsUni) da universidade, em votação secreta, por unanimidade no dia 31 de agosto. O título se deve ao reconhecimento pelos trabalhos científicos produzidos e á importância da contribuição para o desenvolvimento da universidade.


José Roberto

O professor aposentado do Departamento de Engenharia de Materiais (DEMa) da UFSCar José Roberto Gonçalves da Silva é Engenheiro Mecânico formado em 1970 pela Escola de Engenharia de São Carlos (EESC) da Universidade de São Paulo (USP) onde obteve o título de Mestre em Metalurgia em 1973. É PhD em Ciência de Materiais em 1976 pela Universidade Rice de Houston, no Texas/EUA, onde foi professor visitante em 1990 e 1991. Entre 1966 e 1970 foi bolsista de iniciação científica da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) em Física do Estado Sólido junto ao Departamento de Física e Ciência de Materiais (DFCM), então pertencente à EESC-USP, sob orientação de Milton Ferreira de Souza, Professor Emérito do IFSC-USP.


Aprimoramento

Em 1977 freqüentou o curso de especialização em Materiais Para Reatores Nucleares no Rio de Janeiro dentro do programa de formação de recursos humanos para o setor nuclear (Pronuclear) coordenado pela Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN) dentro do acordo nuclear Brasil-Alemanha.


Carreira

Em 1971 foi um dos instaladores do curso de graduação em Engenharia de Materiais da UFSCar, pioneiro na América Latina, que já formou mais de 1.700 profissionais, do qual foi Coordenador em 1976 e 1977. Entre 1977 e 1981 foi vice-chefe e chefe do Departamento de Engenharia de Materiais (DEMa) da UFSCar. É o fundador do pioneiro programa de pós-graduação estritosenso em Ciência e Engenharia de Materiais (PPG-CEM) da UFSCar que já formou mais de 800 mestres e doutores.


Citações

Desenvolveu pesquisas em metalurgia física de metais e ligas refratárias, difusão em sólidos, reciclagem de materiais e em ensino de Engenharia com mais de 1.200 citações nacionais e estrageiras. Em 1977 e em 1979 foi referenciado em três artigos científicos do cientista britânico Sir Neville Francis Mott, Prêmio Nobel Física de 1.977; com um artigo científico de sua coautoria referenciado em 1.986 no volume cinco da Enciclopédia de Ciência e Engenharia de Materiais publicada na Inglaterra.


Associações

Em 1986 participou da fundação da Editora da UFSCar (EdUFSCar). É sócio remido da Associação Brasileira de Metalurgia e Materiais (ABM) de São Paulo, tradutor de dois livros-texto de Ciência de Materiais na década de 1970 e autor da definição formal de Engenharia Oficialmente no Brasil pelo Conselho Federal de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (CONFEA) do Ministério do Trabalho (MTb) desde 1993. Entre 1987 e 1990 foi membro titular do Comitê Assessor do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) do Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT) para a área de Engenharia Metalúrgica e de Materiais. È casado com a bibliotecária e professora Sonia Mara, pai da jornalista Roberta e da turismóloga Daniela, e avô do jovem Frederico.