Notícia

Secretaria de Ensino Superior (SP)

Conrado Wessel: dos quatro premiados, dois são professores da USP

Publicado em 23 março 2009

Professores da medicina USP e da ESALQ foram premiados

 

A Fundação Conrado Wessel anunciou os vencedores da edição 2009 do Prêmio FCW. Os vencedores são: Fúlvio Pileggi (Medicina), Leopoldo De Meis (Ciência Geral), Ernesto Paterniani (Ciência Aplicada) e Ariano Suassuna (Cultura).

Pileggi, nascido em 1927, é professor emérito da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP). Foi diretor geral do Instituto do Coração e entre as distinções que recebeu estão a de Comendador da Ordem do Rio Branco, Comendador da Ordem do Ipiranga, Grã-Cruz da Ordem Nacional do Mérito Científico e Cavaleiro da Ordem Al Merito Della Republica Italiana.

De Meis, nascido em 1939, é professor emérito da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Dedica-se ao estudo dos mecanismos de transdução de energia em sistemas biológicos, transporte ativo de íons e síntese e hidrólise de ATP. Entre os títulos que recebeu estão o de doutor honoris causa da Universidade de Buenos Aires e a Medalha Carlos Chagas Filho de Mérito Científico.

Paterniani, nascido em 1928, foi chefe do Departamento de Genética, diretor do Instituto de Genética e coordenador de cursos de pós-graduação da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz da USP. Desenvolveu metodologias para identificação das melhores fontes de germoplasma de milho e criou variedades empregadas como fonte de linhagens para a obtenção de híbridos comerciais. Também é membro da Ordem Nacional do Mérito Científico na classe Grã-Cruz.

Nascido em 1927, Suassuna, dramaturgo, romancista e poeta, é autor de O castigo da soberba (1953), O rico avarento (1954), Auto da Compadecida (1955), Romance d'A Pedra do Reino e o Príncipe do Sangue do Vai-e-Volta (1971) e Fernando e Isaura (1956).

O Prêmio FCW de Cultura teve sua abrangência ampliada, diferentemente dos anos anteriores, quando foram escolhidos grandes nomes sob o prisma exclusivo da literatura, em prosa, ficção e crítica literária ou poesia. Passou a compreender, também, a visão histórica, estética e social, expressa e realizada pelo premiado por meio das letras e das ciências humanas e sociais. Segundo os organizadores, Suassuna foi escolhido "em razão de sua atuação na promoção da cultura brasileira, especialmente a nordestina".

Cada vencedor receberá um prêmio de R$ 200 mil. Os nomes foram escolhidos por uma comissão julgadora que analisou uma lista de indicações feitas por instituições de ensino e pesquisa do Brasil.

Os júris das quatro categorias foram compostos por membros das instituições parceiras: Academia Brasileira de Ciências, Academia Brasileira de Letras, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, Centro Técnico Aeroespacial, Fundação Conrado Wessel, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP), Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência e por representantes dos Ministérios da Educação e da Saúde e Secretaria Especial de Aquicultura e Pesca.

A Fundação Conrado Wessel foi criada em 1994, após o falecimento do fotógrafo Ubaldo Augusto Conrado Wessel, que explicitou em testamento seu desejo de criar uma fundação voltada para a filantropia, o fomento e apoio às atividades culturais, artísticas e científicas no Brasil. A Fundação distribui, anualmente, desde 2003, mais de R$ 1,2 milhão em prêmios, por meio do Prêmio FCW de Arte, Ciência e Cultura.

Prêmio FCW

Promovido anualmente, o Prêmio FCW de Ciência e Cultura reuniu, ao longo dos anos, uma coleção de grandes nomes na sua galeria de homenageados.

Em Medicina, já foram premiados Adib Jatene, César Gomes Victora, Ivo Pitanguy, Maria Inês Schmidt e Ricardo Renzo Brentani.

Em Ciência, as premiações já foram feitas a Aldo da Cunha Rebouças, Almirante Alberto dos Santos Franco Aziz Ab'Saber, Carlos Afonso Nobre, Carlos Henrique de Brito Cruz, Dieter Carl Ernst Heino Muehe, Hisako Gondo Higashi, Isaias Raw, Ivan Izquierdo, Jairo Vidal Vieira, Luiz Carlos Fazuoli, Magno Antonio Patto Ramalho, Philip Martin Fearnside, José Galizia Tundisi, Sérgio Mascarenhas de Oliveira, Wanderley de Souza. Também foram contemplados o Museu Paraense Emílio Goeldi e o Instituto Agronômico de Campinas.

Por fim, a premiação em Cultura já foi destinada a Affonso Ávila, Fábio Lucas, Ferreira Gullar, Lya Luft e Ruth Rocha.