Notícia

O Povo online

Conhecimento sobre correntes pode ajudar na compreensão das mudanças climáticas

Publicado em 07 dezembro 2014

As correntes marítimas, outro fator diretamente ligado à vida nos oceanos e fora deles, também foram abordadas na Fapesp Week California. Edmo José Dias Campos, professor do Instituto Oceanográfico da USP, afirmou que o conhecimento sobre o comportamento das correntes pode ajudar na compreensão das mudanças climáticas. “Se conseguirmos manter esse sistema de observação ao longo do tempo, vamos poder dizer se há alterações de mais longo período e considerar suas relações com o clima”.

Ele apresentou as atividades de pesquisa conduzidas no âmbito do Projeto Temático Impacto do Atlântico Sul na célula de circulação meridional e no clima, que integra o projeto internacional South Atlantic Meridional Overtuning Circulation (Samoc).

“Estamos atuando para entender o comportamento das regiões profundas do oceano em uma área onde não há observações anteriores”, destacou Campos. Segundo ele, as observações mais recentes surpreenderam pela intensidade das correntes do Atlântico Sul.

“Já temos um conjunto de correntes medidas a quatro mil metros de profundidade que estão mostrando variações de amplitude muito maiores do que o esperado. Também verificamos que a componente leste-oeste dessa corrente tem uma variabilidade muito grande, como se houvesse uma espécie de meandramento ou oscilação lateral, com amplitudes muito grandes. Precisamos revisitar os dados e analisá-los, mas tudo indica que se trata de um fenômeno inédito”, disse.

Os trabalhos são realizados com o navio de pesquisa oceanográfica Alpha-Crucis, no âmbito do projeto Incremento da capacidade de pesquisa em oceanografia no estado de São Paulo.

(Agência Fapesp)