Notícia

Unesp

Congressos discutem anonáceas: do gene à exportação

Publicado em 27 agosto 2013

O V Congresso Internacional & V Encontro Brasileiro sobre Anonáceas: do gene à exportação foram uma realização do Instituto de Biociências (IB) da Unesp de Botucatu, em parceria com a Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA), CATI e ABPA, e ocorreram de 19 a 23 de agosto no auditório “Prof. Paulo Rodolfo Leopoldo”, na Fazenda Lageado, Câmpus da Unesp, em Botucatu/SP.

O evento recebeu 24 palestrantes oriundos da Alemanha, Áustria, Brasil, Chile, Espanha, Holanda e México, além da presença de participantes de países como Áustria, Bélgica, Bolívia, Chile, México e Espanha e de 19 Estados brasileiros (AC, AL, AM, AP, BA, CE, ES, GO, MG, MS, MT, PB, PE, PR, RJ, RN, RS, RR e SP). Os congressistas foram responsáveis pelo envio de cerca de 120 resumos publicados na forma de Proceedings e, destes, 90 foram apresentados na forma oral ou de pôster. Além de 90 trabalhos terem sido encaminhados na forma de artigo para publicação na Edição Especial “Anonáceas” da Revista Brasileira de Fruticultura.

Durante o evento foi realizado o lançamento do livro “Anonáceas: propagação e produção de mudas” organizado pela Profª Drª  Gisela Ferreira, MSc Ryosuke Kavati, Profª Drª Carmen Silva Fernandes Boaro, Drª Tainara Bortolucci Ferrari e Profª Drª Sarita Leonel e da publicação das “Normas de Classificação de Anonáceas” pelo Eng. Agrônomo Helio Satoshi Watanabe, da Ceagesp (Companhia de  Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo). “Havia uma lacuna muito grande em relação a textos sobre a produção de mudas de anonáceas e com o esforço de palestrantes de congressos anteriores foi possível elaborar esta pequena contribuição. Outro aspecto positivo foi o lançamento das esperadas Normas para Classificação de pinha, graviola, atemóia e cherimóia, que auxiliarão os produtores em seus packing houses” relatou a Profª Gisela Ferreira.

No dia 21 de agosto, em reunião da Sociedade Internacional de Anonáceas, foi eleita a nova diretoria da Sociedade para o triênio 2013-2016, que terá como presidente a Drª Gisela Ferreira, do Brasil e a vice-presidente Drª Alma Rosa González-Esquinca, do México. Na mesma reunião a cidade de Nayarit, no México, foi escolhida como a sede da VI edição do Congresso Internacional sobre Anonáceas (VI CIA), o qual será presidido pelo licenciado Joel Salomón Salas Praiz. “Será uma honra retornarmos ao México para participarmos do VI CIA sob a coordenação de tão empolgado “Anoneiro” afirma a Profª Gisela Ferreira.”

O encerramento do congresso foi coroado com o Dia de Campo na cidade de Pilar do Sul/SP, onde os congressistas presenciaram as tecnologias empregadas visando à exportação de atemóia, como a máquina classificadora e embaladora, além de técnicas relacionadas à propagação e produção de mudas, poda, nutrição, manejo de pragas e doenças, colheita e pós-colheita. “Pilar do Sul é o principal produtor de atemóia do Estado de São Paulo e o terceiro maior produtor nacional, com exportações em ampla expansão para Europa e Canadá” explica a Profª Gisela Ferreira.

O sucesso do evento foi garantido pela contribuição científica dos palestrantes, pela presença dos congressistas e pelo empenho da comissão organizadora, composta por alunos dos programas de pós-graduação e técnicos da Unesp de Botucatu. Além do apoio da Associação Brasileira de Produtores de Anonáceas, CATI, Fepaf, Sociedade Brasileira de Fruticultura, Revista Brasileira de Fruticultura, UNICACH, Sociedade Mexicana de Anonáceas, Ceagesp, Prefeitura de Botucatu e de Pilar do Sul, as agências de fomento (Capes, CNPq, Fapesp e Fundunesp) e Pró-reitorias de Pós-graduação;  de Pesquisa e  de Extensão.

Comissão organizadora do V Congresso Internacional & V Encontro Brasileiro sobre Anonáceas: do gene à exportação