Notícia

Portal Exame

Congelar células pode mudar resultado em estudos sobre lúpus

Publicado em 22 junho 2015

Por Karina Toledo, da Agência FAPESP
São Paulo - Congelar amostras de células do sangue de voluntários para análises futuras é uma prática comum na pesquisa clínica, mas pode enviesar os resultados nos estudos com portadores de lúpus, segundo experimento feito na Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). Ao comparar amostras sanguíneas frescas e congeladas de pacientes acometidos por essa doença autoimune, os pesquisadores observaram diferenças nas taxas de proliferação de algumas das células do sistema imunológico: os linfócitos TCD4. “Dados da [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.