Notícia

Portal do Governo do Estado de São Paulo

Confira a Agenda Cultural com teatros, dança, exposições e muito mais

Publicado em 20 junho 2008

Um ambiente à meia-luz destinado a preservar peças produzidas por índios de várias etnias – Xicrin (PA), Bororo (MT), Xingu (MT), Yanomami (AM e RR), Karajá (TO), entre outras – aguarda o público. A mostra Viagem noturna – arte indígena da Cid Collection: Preservação é organizada por especialistas em cultura indígena. Reúne 1,2 mil objetos, divididos em 11 categorias. São adornos plumários, grafismos, cerâmicas, instrumentos musicais, armas, indumentárias e objetos rituais pertencentes à Cid Collection.Memorial da América Latina

Galeria Marta Traba

Avenida Auro Soares de Moura Andrade, 664 – Barra Funda – São Paulo

Telefone (11) 3823-4600

De terça-feira a domingo, das 9 às 18 horas

Entrada franca

Abertura da exposição: dia 27

Até o dia 3 de agosto100 anos de Imigração Japonesa

Japão no Horto Florestal

O Palácio de Verão do governo do Estado exibe 15 maquetes de templos e palácios japoneses construídos entre os séculos 5 e 17. Entre as atrações, a reprodução do templo budista Horyuji, construído em 607.

Rua do Horto, 931 – Horto Florestal – São Paulo

Telefone (11) 2193-8282

Sábados, domingos e feriados, das 10 às 14 horas

Visitas acompanhadas por educadores

Entrada francaPresença japonesa na arte brasileira: da figuração à abstração

Desenhos, gravuras, pinturas, aquarelas e cerâmicas de mais de 50 artistas plásticos mostram a evolução e a influência japonea na arte brasileira. Entre as 80 obras selecionadas, destacam-se trabalhos de Manabu Mabe; Kiyoji Tomioka; Tomoo Handa e Kimi Nii.Palácio dos Bandeirantes

Avenida Morumbi, 4.500 – Morumbi – São Paulo

Telefone (11) 2193-8282

De terça a sexta-feira, das 10 às 17 horas; sábados, domingos e feriados, das 11 às 16 horas.

Visitas acompanhadas por educadores

Entrada franca

Até 31 de agostoAção Cultural do Metrô

Nesta semana, 17 estações do sistema comemoram a chegada do navio Kasato Maru ao Porto de Santos, trazendo os primeiros imigrantes. Exposições de pinturas, fotos e objetos; apresentações musicais e de dança comemoram a data.

Confira programação

Música, dança e taiko (tambor japonês) – Estação do Metrô Tatuapé – dia 27

Arte milenar de dobrar papel, com a artista plástica Alzira Cattony – Estação do Metrô Santa Cecília – dia 25 (das 15 às 16h30)

Origamis (dobraduras de papel) – Estações do Metrô Liberdade e Imigrantes – até o dia 30

Imprensa japonesa – Estação do Metrô Vila Madalena – até o dia 30

Conta a história da imigração japonesa por meio das páginas do São Paulo Shimbun, jornal da comunidade nipo-brasileira. Fundada por Mituto Mizumoto, em 1946, a publicação começou a ser editada em língua japonesa após a Segunda Guerra MundialMulheres nipônicas

Pinturas, apresentações musicais, exibição de vídeo e entrega do Troféu Banzai (saudação japonesa que significa Viva) para mulheres nipo-brasileiras, que se destacaram nas artes, medicina, finanças, imprensa, política, entre outras categorias.Estação Ciências da USP

Rua Guaicurus, 1.394 – Lapa – São Paulo

Telefone (11) 3673-7022

Entrada franca

Dia 26 de junho, das 14 às 20 horasCinema

Livros, câmera, ação!

Querelle. Direção de Rainer Werner Fassbinder (Alemanha/França, 1982). Marinheiro amoral, que desperta sentimentos de amor e morte em homens e mulheres, planeja crimes e procura satisfazer os seus desejos.

Segunda, 23, 16 horas, e terça-feira, 24, 19 horas

Pecados íntimos. Direção de Todd Field (Estados Unidos, 2006). No playground, crianças fazem amizade. Em decorrência disso, os pais se conhecem. É quando dá início a um jogo de sedução que os coloca num relacionamento extraconjugal.

Segunda, 23, 19 horas, e quarta-feira, 25, 16 horas

Match point. Direção de Woody Allen (Inglaterra/EUA/Luxemburgo, 2005). Ex-tenista profissional, jovem e ambicioso, aproxima-se de família rica. Passa a namorar a filha do patriarca, porém se envolve também com a namorada do irmão da moça.

Terça-feira, 24, 16 horas

O cheiro do ralo. Direção de Heitor Dhalia (Brasil, 2007). Dono de loja que compra objetos usados acaba desenvolvendo jogo perverso com seus clientes. Ele troca a frieza da compra pelo prazer que sente em explorar as pessoas nesse momento de necessidade financeira.

Quarta, 25, 19 horas; quinta, 26, 16 horas; e sexta-feira, 27, 19 horas

Fahrenheit 451. Direção de François Truffaut (Inglaterra/França, 1966). Bombeiro é designado para queimar livros proibidos até conhecer revolucionária professora que se atreve a lê-los. De repente, ele se vê como um fugitivo caçado, forçado a escolher não apenas entre duas mulheres, mas entre sua segurança pessoal e a liberdade intelectual.

Quinta, 26, 19 horas, e sexta-feira, 27, 16 horas Cinusp Paulo Emílio

Rua do Anfiteatro, 181 – Colméia Favo 4 – Cidade Universitária – São Paulo

Telefone (11) 3091-3540

Entrada francaLadrões de bicicleta. Direção de Vittorio de Sica (Itália, 1948).  Desempregado tem sua bicicleta roubada no primeiro dia de trabalho e sem ela, instrumento de ofício, ele perderá o emprego.

Segunda, 23, e terça-feira, 24, 12 horas

Roma, cidade aberta. Direção de Roberto Rossellini (Itália, 1945). Em Roma, entre 1943 e 1944, sob ocupação nazista, é declarada a cidade aberta para evitar bombardeiros aéreos. Nas ruas, comunistas e católicos se unem para combater alemães e as tropas fascistas.

Quarta, 25, e quinta-feira, 26, 12 horas

Estranhos no paraíso. Direção de Jim Jarmusch (Alemanha/EUA, 1984). Homem recebe a inesperada e indesejada visita de sua prima. A frieza e a indiferença do início são substituídas aos poucos pela amizade e eles resolvem ir visitar a tia.

Quinta-feira, 26, às 14, 16 e 19 horasEspaço Cultural Casa do Lago – Unicamp

Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários

Rua Érico Veríssimo, s/nº – Cidade Universitária – Campinas

Telefone (19) 3521-7017

Entrada franca

Rapsódia em agosto. Direção de Akira Kurosawa (Japão, 1991). Família, memória, velhice, a dor da guerra, imigração e encontro de povos e gerações diferentes, com pedidos de perdão e arrependimento são os temas principais do filme.

Memorial do Imigrante

Rua Visconde de Parnaíba, 1.316 – Mooca (próximo à Estação Bresser do Metrô – Linha Leste-Oeste)

Telefone (11) 6692-7804

Sábado, 21, 14 horas

Entrada francaTeatro

Brasil de cabelos brancos

História de dois casais que envelhecem, cada um do seu jeito. Espetáculo musical em que os atores cantam ao som da sanfona e do violão. Direção de Débora Dubois. Teatro Sérgio Cardoso – Sala Paschoal Carlos Magno

Rua Rui Barbosa, 153 – Bela Vista – São Paulo

Telefone (11) 3288-0136

Quarta, 25, e quinta-feira, 26, 21 horas

Ingressos: R$ 20 e R$ 10 (meia-entrada)

Até o dia 26Literatura

Projeto cidade poesia

O primeiro encontro tem a proposta de reunir num mesmo espaço novos talentos culturais anônimos, como poetas, prosadores, músicos, compositores, cineastas, atores e artistas de modo geral que coabitam a cidade paulistana. Alex Menezes, Américo Bittar, Andrea Del Fuego, Ana Ruschë, Beatriz Galvão, Berimba de Jesus, Caco Pontes, Claudio Daniel, Fabiana Motroni, Greco Cruz, Ivan Antunes, entre outros, são alguns nomes a participar do evento. A iniciativa é do poeta paulistano César Silveira e co-produzido pela poeta carioca Fabiana Motroni.Casa das Rosas – Espaço Haroldo de Campos de Literatura e Poesia

Avenida Paulista, 37 – São Paulo (próximo à Estação do Metrô Brigadeiro)

Telefones (11) 3285-6986 / 3251-5271

Sábado, 21, 18 horas

Entrada francaConversa com verso

No seu terceiro ano, o projeto mensal reúne canção popular brasileira e poesia. O evento recebe o produtor, violonista e compositor mineiro (radicado em São Paulo desde 1983) Mário Gil. O artista traz a poesia das palavras e os sons de seu mais recente trabalho Comunhão, lançado em 2007, e de mais dois CDs: Luz do cais e Contos do mar. O público é convidado a interagir, trazendo suas músicas e poesias.Centro Cultural e de Estudos Superiores Authos Pagano

Rua Thomé de Souza, 997 – City Lapa – São Paulo

Telefone (11) 3836-4316

Sábado, 21, 16 horas

Entrada francaMúsica Erudita

Orquestra Sinfônica do Estado

Dirigida pelo maestro titular John Neschling, a Osesp traz como solista o veterano pianista espanhol Joaquín Achúcarro. Ele faz o Concerto nº 2 para piano em si bemol maior, opus 83, de Johannes Brahms, e A sagração da primavera, de Igor Fiodorvitch Stravinsky.

Sexta-feira, 20, 21 horas; e sábado, 21, 16h30

Ingressos: R$ 28 a R$ 98. Aposentados, pessoas acima de 60 anos, estudantes e professores da rede pública estadual pagam meia-entrada, mediante comprovaçãoConcertos matinais

Sob a batuta do chileno Victor Hugo Toro, assistente da Osesp, e Joaquín Achúcarro no piano, o programa traz Johannes Brahms, Concerto nº 2 para piano em si bemol maior, opus 83.

Domingo, 22, 11 horas

Ingressos: R$ 2 e R$ 1 (meia-entrada)Sala São Paulo

Praça Julio Prestes, s/nº – Luz – São Paulo

Telefone (11) 3223-3966Orquestra de Câmara da USP

Alunos do Laboratório de Música de Câmara da ECA-USP se apresentam em concerto da Orquestra no Butantan. Entre as diversas melodias, destaque para músicas de Tom Jobim Canções chovendo na roseira e Eu sei que vou te amar, entre outras, nas quais o trombone e o violão serão os instrumentos mais utilizados. Instituto Butantan – Museu Biológico

Avenida Vital Brasil, 1.500 – Butantã – São Paulo

Telefone (11) 3726-7222 – ramais 2063 / 2264 / 2326

Sexta-feira, 20, 12h30 às 13h30

Entrada franca Cristian Budu

O pianista paulistano faz homenagem ao piano brasileiro, com participação especial do curador da série Música no Museu, Antonio Nóbrega, ao violino, e traz referências às épocas anteriores à vinda do instrumento, nas obras de Heitor Villa-Lobos, Bachianas brasileiras nº 4; Impressões seresteiras; Festa no sertão (ambas do Ciclo Brasileiro); Edino Krieger, Sonatina (moderato-allegro); passando do romântico de Alexandre Levy, Allegro appassionato, opus 14, ao nacionalismo de Camargo Guarnieri, 3 ponteios nº 30, 45 e 49; Francisco Mignone, Valsa de esquina nº 5; Pixinguinha, Choros.Museu da Casa Brasileira

Avenida Brigadeiro Faria Lima, 2.705 – Jardim Paulistano – São Paulo

Telefone (11) 3032-3727

Domingo, 22, 11 horas

Entrada francaMúsica do meio-dia

Sob a coordenação geral do maestro Paulo Maron, o Projeto Música do meio-dia apresenta concerto de câmara com alunos da ECA-USP. No programa: Paulo Bellinati, Jongo; Radamés Gnatalli, Suíte Retratos; Pixinguinha, Choros; Anacleto de Medeiros, Schottisch; Gabriel Fauré, Le secret, Tristesse, Prison, Chanson du pêcheur, Apès un revê; Camille Saint-Saëns, Tarantella opus 6 para flauta; Celso Antonio Monjola, Poema simples para flauta e clarinete; Robert Schumann, Quinteto para cordas e piano em mi bemol maior opus 44: allegro brilhante.Memorial da América Latina – Pavilhão da Criatividade

Rua Auro Soares de Moura Andrade, 664 – Barra Funda – Metrô Barra Funda – São Paulo

Telefone (11) 3823-4768

Terça-feira, 24, 12 horas

Entrada francaQuarteto barroco e blue

O grupo formado por Marcos Kiehl, flauta, Antonio Ribeiro, piano, Ney Vasconcelos, violoncelo, e Magno Bissoli, bateria e percussão, se apresenta na série Terças musicais, com repertório conhecido como crossover, que combina as linguagens do popular e do erudito. No programa Johann Sebastian Bach, Ária da suíte nº 3; do compositor francês Claude Bolling, Suíte nº 1 para flauta e Jazz piano trio; Edmundo Villani-Côrtes, 2 choros: Choro do João e O Gabriel chegou. Theatro São Pedro

Rua Barra Funda, 171 – Barra Funda – São Paulo

Telefone (11) 3667-0499

Terça-feira, 24, 12 horas

Entrada francaÓpera

La Tragédia de Carmen

A Orquestra de Câmara da USP apresenta a ópera em formato de concerto, numa parceria do Departamento de Música da USP com a Universidade do Texas. Adaptação do romance homônimo, de 1845, do escritor parisiense Prosper Mérimée, a ópera de Georges Bizet conta a história da cigana de temperamento explosivo que causa a desgraça de um homem ao desviá-lo da carreira militar.Anfiteatro Camargo Guarnieri

Rua do Anfiteatro, 109 – Cidade Universitária – São Paulo

Telefone (11) 3091-4330 – ramal 7

Quarta, 25, e quinta-feira, 26, 20h30

Entrada francaPorgy and Bess

Ambientada numa comunidade negra paupérrima no sul dos Estados Unidos, tragédia de amor relata o melancólico drama amoroso de casal negro. Ele, mendigo aleijado, faz de tudo para conseguir ficar com sua amada. Ela, apesar de também querer ficar ao seu lado, precisa se desvencilhar de seu amante opressor e dos cortejos de um traficante. Ópera escrita por George Gershwin. Direção de produção: Sérgio Escamilla. Direção musical e regência: Felipe Senna.Theatro São Pedro

Rua Barra Funda, 171 – Barra Funda – São Paulo

Telefone (11) 3667-0499

Quinta-feira, 26, 20h30

Ingressos: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada)Música popular

Adyel Silva

A cantora é a atração do Projeto Adoniran – Oito e Meia. Acompanhada pelo pianista Marcos Romera, canta clássicos da bossa nova e do jazz. O repertório do show é dividido em blocos, nomeados com temas famosos e sugestivos da bossa nova. Influência do jazz traz as canções Dreamsville, Henri Mancini, e God bless the child, Arthur Herzog Jr., Billie Holiday; A saudade fez um samba tem músicas como Alvorada, Cartola, Diz que fui por aí, Zé Ketti, e Barracão, Luiz Antonio e Oldemar Magalhães; no bloco Nós e o mar ela canta A morte de um rei do sal e Nós e o mar, ambas de Roberto Menescal e Ronaldo Bôscoli; e Canção do amor demais, com as composições Medo de amar, Vinicius de Moraes, e Outra vez, Tom Jobim. Memorial da América Latina – Pavilhão da Criatividade

Rua Auro Soares de Moura Andrade, 664 – Barra Funda – Metrô Barra Funda –  São Paulo

Telefone (11) 3823-4768

Quinta-feira, 26, 20h30 

Entrada franca

Dança

Variações sobre chocolates

O cheiro e o sabor do chocolate serviram de inspiração para o espetáculo. Movimentos improvisados, integrados à técnica, misturam-se à percepção dos sentidos do olfato e do paladar. A direção é de Patrícia Leal.Espaço Cultural Casa do Lago

Rua Érico Veríssimo, s/nº – Cidade Universitária Zeferino Vaz – Barão Geraldo – Campinas

Telefone (19) 3521-7017

Quinta-feira, 25, 19 horas

Entrada francaAlvéolos

Ensaio aberto com a bailarina Tatiana Melitello mostra a conexão do corpo com os estímulos das grandes cidades.Oficina Cultural Oswald de Andrade

Rua Três Rios, 363 – Bom Retiro – São Paulo

Telefone (11) 3222-2662

Sexta-feira, 20, 20 horas e sábado, 21, 17 horas

Entrada francaTeatro infantil

Um ratinho e a Lua

Conta a história de Gualdo, um pequeno ratinho, que se apaixona pela Lua.

Galanteador e apaixonado, buscará uma forma de cruzar o espaço para chegar até sua amada.Teatro Estadual de Araras Maestro Francisco Paulo Russo

Avenida Dona Renata, 401 – Jardim Santa Cruz – Araras

Telefone (19) 3541-5969

Domingo, 22, 16 horas

Ingressos: R$ 2 e R$ 1 (meia-entrada)Exposição

Leveza e movimento

Gui Galembeck expõe fotos do bailarino e professor da Unicamp, Adilson Nascimento. As imagens foram feitas durante o espetáculo Elegia a Naitan. Galeria de Arte da Unicamp

Rua Sérgio Buarque de Holanda s/nº – Campinas – São Paulo

Telefone (19) 3521- 6561

De segunda a sexta-feira, das 9 às 17 horas

Entrada franca

Até o dia 20Talentos da casa

Em comemoração aos 41 anos do Centrinho/USP, uma exposição reúne pinturas em tela, esculturas, fotografias, desenhos, caricaturas e artesanato produzidos por servidores, alunos e docentes da USP de Bauru. O objetivo é abrir espaço para que os artistas da casa divulguem seus trabalhos.Centro Cultural do Câmpus de Bauru

Alameda Doutor Octávio Pinheiro Brisolla, 9-75 – Bauru – São Paulo

Telefone (14) 3235-8394

De segunda a sexta-feira, das 8 às 18 horas

Entrada franca

Até o dia 27Obras raras em acervos públicos

Para a mostra foram selecionados 40 livros, publicados entre os séculos 16 e 20. Exibe importantes edições, entre elas de Les fleurs du mal, do escritor e poeta francês Charles-Pierre Baudelaire, publicada em 1857; Cinderela, do escritor Charles Perrault; e Oração apodixica aos scismáticos da pátria, de Diogo Gomes Carneiro (primeira obra publicada por um brasileiro). Da Biblioteca Mário de Andrade foram escolhidos 14 exemplares, recentemente restaurados. Merecem destaque As primaveras, de Casimiro de Abreu; Pau Brasil, de Oswald de Andrade; e Memórias póstumas de Brás Cubas, de Machado de Assis.Instituto de Estudos Brasileiros – IEB/USP

Avenida Professor Mello Moraes, travessa 8, 140 – Cidade Universitária – São Paulo

Telefone (11) 3091-1149

Segunda a sexta-feira, das 9 às 18 horas, e sábados, das 10 às 16 horas

Entrada franca

Até o dia 29Flora brasileira

Reúne gravuras extraídas da enciclópedia Flora brasiliensis. A publicação é fruto de 40 anos de estudos realizados pelo médico e botânico alemão Carl Friedrich Phillip von Martius, considerado um dos maiores pesquisadores da flora brasileira. Foi produzida entre 1840 e 1906 com a ajuda de 65 especialistas de vários países. Nas 10.367 páginas estão catalogadas 22.767 espécies, a maioria de angiospermas brasileiras. As obras integram o acervo da FapespFundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Hospital Alemão Oswaldo Cruz

Rua João Julião, 331 – Paraíso – São Paulo

Entrada gratuita

Até o dia 30Monumentos interativos

A exposição itinerante Cidades do imaginário chega à Estação Vila Olímpia. O artesão e projetista Nino Millan expõe obras em metal e madeira inspiradas no urbanismo futurista. As peças podem ser manipuladas pelo público.Estação Vila Olímpia da CPTM – Linha 9 – Esmeralda

Avenida das Nações Unidas, 148 – Vila Olímpia – São Paulo

De sexta-feira a domingo, das 4 horas à meia-noite

Entrada franca para usuários e R$ 2,40 para o público externo

Até o dia 30

Portal do Governo do Estado de São Paulo – Online – 20/06/2008