Notícia

Jornal da USP

Conferência reúne seis universidades na USP

Publicado em 29 fevereiro 2016

Por Ivanir Ferreira

No próximo dia 8 de março, reitores de seis universidades estrangeiras se reúnem para trocar experiências e discutir o futuro da USP, tendo em vista o nonagésimo aniversário de sua fundação. A Conferência USP 2024, promovida pela Agência USP de Cooperação Acadêmica Nacional e Internacional (Aucani) e pelo Jornal O Estado de S. Paulo, acontece a partir das 14 horas no auditório da Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin, na Cidade Universitária.

Os gestores das universidades farão avaliação comparativa de suas experiências e prospecção sobre novos desafios que uma instituição acadêmica qualificada deverá enfrentar no futuro, em especial a USP, que em 2024 completará 90 anos. Em debate, vários temas ressurgentes: modelos de governança, avaliação das universidades e estratégias e desafios para os próximos anos, que terão outros desdobramentos.

O fortalecimento de iniciativas e programas de inovação e empreendedorismo durante a formação universitária é um assunto que estará em pauta. Segundo Raul Machado Neto, presidente da Aucani, o tema “é importante e a troca de experiências ajudará a compreender o que será preciso fazer para preparar nossos estudantes para se tornarem profissionais com perfil inovador e empreendedor”.

Governança – O professor José Goldemberg, ex-reitor da USP e atual presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), destaca a governança e a qualidade, assuntos priorizados durante sua gestão, entre 1986 e 1990. Na opinião dele, a USP, para avançar na avaliação dos rankings universitários, precisa aumentar as exigências para obtenção de mestrado e doutorado, o que a seu ver resultaria na melhoria do impacto do trabalho científico e de pesquisa. O ex-reitor lembra ainda que, para pensar no futuro, é necessário resolver a crise financeira que a instituição vem enfrentando nos últimos anos, além de ampliar as redes de cooperação e de relações internacionais.

Em relação à governança, espera-se que os debates amadureçam as discussões já iniciadas pela USP com a comunidade, em 2014, quando se criou uma comissão para tratar o assunto. Haverá um processo de revisão do estatuto, com enfoque na estrutura de poder e mecanismos de governança.

As universidades presentes no evento apresentam perfil acadêmico semelhante ao da USP e algumas já são parceiras em iniciativas de cooperação internacional, com programas voltados para mobilidade de docentes, alunos e grupos de pesquisas. A Université Sorbonne Paris Cité, da França, e a University of Tsukuba, do Japão, já possuem representantes na Aucani trabalhando no incremento das relações entre as instituições. As outras quatro que estarão presentes são Humboldt Universität zu Berlin, da Alemanha, The Ohio State University, dos Estados Unidos, Université de Lyon, da França, e Universidad de Buenos Aires, da Argentina.

A conferência contará com a presença do ex-primeiro-ministro da Espanha, Felipe González, titular da Cátedra José Bonifácio da USP, que falará sobre sua experiência de governo com as universidades. Estarão presentes ainda o reitor da USP Marco Antonio Zago e os ex-reitores José Goldemberg e Jacques Marcovitch.

A Conferência USP 2024 acontece no dia 8 de março, das 14 às 19 horas, no Auditório István Jancsó da Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin (rua da Biblioteca, s/n, Cidade Universitária, São Paulo

USP Online