Notícia

Estudar Fora

Concurso premia pesquisadores com viagem à Inglaterra

Publicado em 06 março 2017

Pela primeira vez, cientistas de todo o Brasil poderão participar do concurso FameLab – iniciativa do British Council que visa aproximar a ciência do público leigo por meio do desenvolvimento de competências de comunicação. As inscrições podem ser feitas online até 08/03!

Realizado no Brasil em parceria com CNPQ, CONFAP e FAPESP, o FameLab é uma das maiores competições de comunicação científica do mundo, presente em 32 países. A final internacional do evento, que contará com a presença do brasileiro que vencer a etapa nacional, acontece no Festival de Ciência de Cheltenham, na Inglaterra.

Para participar do FameLab, bolsistas brasileiros de Mestrado, Doutorado, Doutorado Direto e Pós-Doutorado das áreas de Ciências da Vida, Ciências Exatas e Engenharia devem enviar um vídeo que seja divertido e dinâmico direcionado ao público leigo, sobre um tema científico de sua escolha, sem a utilização de qualquer dispositivo eletrônico (como Power Point), edição ou efeitos especiais. O vídeo deve ser apresentado em inglês e português, com duração máxima de 3 minutos para cada versão. As inscrições estão abertas até 08/03 no site.

Um painel de jurados composto por cientistas e especialistas em comunicação vai selecionar 20 candidatos para a segunda fase. Nesta etapa, os participantes deverão subir ao palco e apresentar os temas científicos ao vivo para público e júri. Por fim, 10 pesquisadores serão escolhidos para a final nacional e passarão por um workshop exclusivo de comunicação científica com especialistas britânicos.

A final nacional do FameLab, aberta ao público, será realizada em 28 de abril. O vencedor vai representar o Brasil na etapa internacional do evento, que reúne cientistas de diversos países e acontece entre 6 e 11 de junho em Cheltenham, no Reino Unido.

O FameLab foi lançado em 2004 pelo Festival de Ciência de Cheltenham, na Inglaterra, e está presente em 32 países. Tem como objetivos promover a aproximação entre cientistas e público em geral e incentivar o desenvolvimento de competências entre pesquisadores.