Notícia

Valor Econômico

Concessionárias buscam melhorar controles e reduzir os desperdícios

Publicado em 10 dezembro 2010

Por Especial Saneamento
Tradicional setor em uso de capital intensivo, a prestação de serviços básicos de saneamento avança timidamente nos investimentos em inovação e tecnologia. Favorecido pelo novo marco regulatório, criado pela Lei 11.445 de 2007, que definiu o papel das agências reguladoras, estabeleceu normas, tarifas e compromissos de qualidade dos serviços, o setor aposta no uso de tecnologias de gestão e automação para reduzir custos e ganhar eficiência. A Empresa Baiana de Água e Saneamento S.A. (Embasa), sociedade de economia mista que tem [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.