Notícia

Jornal do Commercio (RJ)

Computador da Unicamp multiplica sua potência da redação com agências

Publicado em 05 dezembro 2005

CENAPAD - Equipamento faz 420 bilhões de cálculos por segundo

O Centro Nacional de Processamento de Alto Desempenho em São Paulo (Cenapad), ligado à Pro-Reitoria de Pesquisa da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), acaba de multiplicar por cinco a potência de seu parque computacional, com a instalação de um equipamento único no cenário científico nacional.
Financiado pela FAPESP, o sistema adquirido da Silicon Graphics será utilizado em projetos de pesquisa que necessitem de processamentos de alto desempenho, em diferentes áreas do conhecimento.
O novo sistema é composto por 70 processadores Intel Itanium 2 e 274 gigabytes de memória RAM. A capacidade de processamento teórica é de 420 gigaflops, ou 420 bilhões de cálculos matemáticos envolvendo números com vírgula por segundo.
Os computadores pessoais comuns armazenam em média 40 gigabytes (40 bilhões de bytes) em suas memórias. A máquina do Cenapad armazena quase 180 vezes mais, num total de 7 terabytes (7 trilhões de bytes) de dados
"Esse é o sistema mais poderoso do Brasil dedicado inteiramente à pesquisa científica", disse Edison Zacarias da Silva, coordenador executivo do Cenapad.
"Com o aumento da capacidade de processamento, poderão ser realizadas mais pesquisas em simulações computacionais envolvendo áreas como nanociência, genômica, física, química e biologia."
A capacidade instalada no Cenapad está disponível para atender a pesquisadores de todo o país. "Basta o usuário ter conexão à internet e submeter um projeto de pesquisa. Caso a proposta seja aceita, é oferecido o que chamamos de "tempo de computação" para a produção de pesquisas", explica Silva.
Segundo ele, foram escritas mais de 90 teses e publicados mais de 300 artigos em revistas internacionais com base nos testes feitos no Cenapad. "Hoje, temos 110 projetos em atividade", afirma.