Notícia

IT Web

Compras eletrônicas movimentaram R$ 308 milhões em julho

Publicado em 21 setembro 2005

Valor refere-se ao setor público e representa 3,6% do total consumido

O setor público brasileiro movimentou, em julho, R$ 308 milhões em compras públicas via internet, um aumento de 3% com relação a junho. O valor, divulgado pela Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico (Camara-e.net), é do e-Licitações, índice mensal desenvolvido por Florencia Ferrer Pesquisa & Consultoria, em parceria com o Núcleo de Estudos e Desenvolvimento em Governo Eletrônico (Ned-Gov/FUNDAP-FAPESP).
De acordo com o e-Licitações, as compras eletrônicas já representam 3,6% do total consumido pelo setor público brasileiro, um porcentual que deve fechar o ano por volta de 6% do valor total comprado.
Segundo a Camara-e.net, a previsão em termos de volume, após a introdução do pregão eletrônico na BEC-SP e o decreto do presidente Lula, é quatro vezes maior que o ano anterior, chegando a cerca de R$ 5 bilhões para este ano e a R$ 58 bilhões, até o fim da década.
O e-Licitações mostra que, no ano de 2004, mais de 50% das licitações foram realizadas através do pregão eletrônico - R$ 715 milhões, do total de R$ 1,3 bilhões. O índice e-Licitações apura a soma do valor negociado através de licitações executadas 100% via internet.
O Decreto 5.450/05, publicado em 1º de julho de 2005 pelo Governo Federal, regulamenta que todas as compras e contratações de bens e serviços comuns sejam realizadas através da modalidade de licitação pregão, preferencialmente em sua versão eletrônica - o pregão eletrônico.