Notícia

A Notícia (Joinville, SC) online

COMPLICAÇÃO FEDERAL

Publicado em 16 abril 2003

Chegou a hora daquela conversa séria com o Leão da Receita Federal. O prazo para apresentar a declaração do IRPF 2003 termina em 30 de abril, sendo a mesma obrigatória para contribuintes que obtiveram em 2002 rendimentos tributáveis com valor superior a R$ 12.696,00, tais como: rendimentos do trabalho assalariado, não-assalariado, proventos de aposentadoria, pensões, aluguéis, atividade rural. Contribuintes com renda inferior a esse teto também podem entregar a declaração anual de isento (DAI), mas o prazo se estende até o segundo semestre de 2003. A declaração de ajuste anual pode ser elaborada com o uso do computador pelo programa IRPF 2003 ou pelo sistema online, no site da receita. O problema é adivinhar endereço do mesmo, já que o nome do domínio contraria toda a lógica da nomenclatura da internet. Por uma questão de bom senso, a URL da Receita deveria ser http://www.receita-federal.gov.br ou http://www.ministerio-fazenda.gov.br. Também poderia ser uma abreviação dos nomes acima, tipo http://www.rf.gov.br ou http://www.mf.gov.br, mas a simplicidade não faz a cabeça dos técnicos do governo. Que tal http://www.receita.gov.br ou http://www.fazenda.gov.br, nomes populares que certamente dispensariam o trabalho de pesquisa em um sistema de busca apenas para saber o link do IRPF. Se a intenção do pessoal é mesmo atazanar a vida do contribuinte, então a solução ideal seria usar http://www.fazenda-federal.gov.br ou http://www.receita-fazenda.gov.br utilizando o hífen como separador dos nomes. Enfim, como o registro de domínios do governo (.GOV.BR) não custa nada mesmo para os técnicos e nem pode ser usado por terceiros, que tal a idéia de registrar todos os nomes declarados acima e apontá-los para um mesmo destino? Assim qualquer criança acharia o site. A resposta é simples: que graça tem em facilitar se podemos complicar? Acredite, todos os domínios acima estão disponíveis para registro na Fapes, mas o site dá Receita Federal só pode ser acessado no único e incomum endereço: http://www.receita.fazenda.gov.br. Como podemos ver, o domínio tem grafia totalmente equivocada. Primeiro porque combina nomes de um órgão com o do ministério ao qual pertence. Segundo porque contraria as normas da Fapesp, que diz ser tecnicamente errado usar ponto como separador de palavras num domínio. O exótico domínio da Receita Federal foi registrado na Fapesp (http://registro.br/cgi-bin/nicbr/-whois?stkey=9619876-2359503556) em 5 de abril de 1999 pela funcionária do Serpro Luiza de Marilac Fernandes Koshino (luiza@ser-pro.gov.br). Autorizo a usar esta nota para enviar em e-mail para ela dizendo dos enormes prejuízos que sua negligência vem causando à Internet e aos internautas devido o desperdício de tempo e recursos para encontrar um serviço obrigatório e já oneroso para a sociedade.