Notícia

Época online

Como costuravam os homens de 30 mil anos atrás

Publicado em 15 setembro 2009

As fibras usadas pelos homens pré-históricos, visíveis apenas pelas lentes do microscópioO que os homens de 30 mil anos atrás usavam para se vestir e coser? No imaginário coletivo, peles de animais. Talvez eles fossem mais avançados que isso. Um grupo de cientistas da Geórgia, Estados Unidos e Israel encontrou fibras de linho selvagem (Linum usitatissimum) na camada sedimentar do paleolítico na caverna Dzudzuana, no Cáucaso. Segundo artigo publicado na Science, a caverna foi ocupada de 32 a 26 mil atrás de forma intermitente.

O estudo indica que os homens pré-históricos, caçadores ou agricultores, usavam as fibras, em forma de linha, cordão ou corda, para confeccionar armas e ferramentas, costurar cestos e tecer roupas. Algumas eram até mesmo tingidas com pigmentos naturais de plantas. Mas não podem ser vistas a olho nu - os cientistas descobriram as fibras por meio de exames microscópicos de amostras de argila da caverna. Além das fibras, encontraram cabelo humano, insetos e fungos que proliferam em materiais têxteis.

De acordo com Ofer Bar-Yosef, de Harvard, "essa foi uma invenção fundamental dos primeiros humanos. Eles podem ter usado tais fibras para criar vestimentas, cordas ou cestos, itens usados principalmente em atividades domésticas. Sabemos que eles usavam linho selvagem que crescia nos arredores da caverna". Até então, sabia-se que o uso mais antigo da fibra datava de 28 mil anos, descoberto no sítio arqueológico de Dolni Vestonice, na República Checa.

Segundo a Agência Fapesp, esses utensílios produzidos com as fibras aumentavam a sobrevivência dos homens pré-históricos naquela região, montanhosa e hostil. Os pesquisadores trabalham com a hipótese das fibras terem sido usadas em roupas e calçados para fazer abrandar o frio no inverno. Os cestos eram usados para facilitar a mobilidade, já que ferramentas, armas e outros utensílios eram mais facilmente carregados dentro deles.