Notícia

Gazeta de Piracicaba online

Começa o Simtec

Publicado em 17 julho 2007

Por Eliana Teixeira

Nesta 5ª edição, Dedini e Fapesp assinam convênio de R$ 100 milhões


Piracicaba sedia a partir de hoje (17) até sexta-feira (20), no Engenho, um dos maiores eventos do setor sucroalcooleiro. A 5ª edição do Simpósio Internacional e Mostra de Tecnologia da Agroindústria Sucroalcooleira (Simtec) deve ultrapassar com tranqüilidade os R$ 350 milhões em negócios realizados durante o evento. A abertura, às 14 horas, terá a presença do governador José Serra (PSDB) e do deputado estadual Roberto Morais (PPS), representando a Assembléia Legislativa. Logo no início, a Fundação de Amparo de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) e a Dedini Indústrias de Base assinam Convênio de Cooperação Científica, para investimento de R$ 100 milhões em pesquisa e desenvolvimento de novas tecnologias para a produção de etanol de cana-de-açúcar.

O convênio da Fapesp com a Dedini é um acordo de cooperação para o financiamento conjunto de pesquisas científicas e tecnológicas em universidades e institutos que prevê a realização de estudos voltados ao aperfeiçoamento de tecnologias industriais para a transformação da cana em etanol. Há expectativa de que a Dedini anuncie, nesta terça-feira, outro grande investimento. Além da movimentação em negócios, o Simtec emprega neste ano cerca de 600 pessoas para montagem das estruturas. "Sãos pessoas de Piracicaba e outras cidades, trazidas pelas empresas que fazem sua própria montagem", elucida José Vaz, coordenador geral do Simtec.

Nesses quatro dias, o Engenho Central fica repleto de estandes representativos de indústrias do setor sucroalcooleiro e é cenário de extensa programação sobre mercado internacional de biocombustíveis, políticas de desenvolvimento para agroenergia e biotecnologia, lei de biossegurança, produção de etanol, entre outros.

Da primeira edição até a atual, destaca Vaz, o evento aumentou de 70 empresas expositoras para 170, como NG Metalúrgica, Nachi Rolamentos, Tecnal, Metalfit, Biochamm Caldeiras, Equipe, Labmat, Coplacana, Motocana, Turbimaq, Koblitz. O número de participantes somente não foi maior, enfatiza Vaz, pela limitação do espaço do Engenho Central que não comporta mais estandes. Há empresas de diversos municípios do País mas Piracicaba ainda ocupa 60% do número de participantes.

Neste ano por meio de parceria firmada entre Arranjo Produtivo Local do Álcool (Apla) e a Agência de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex), o intercâmbio de conhecimento e troca de tecnologia serão maiores uma vez que ambas entidades patrocinam a vinda de grupos internacionais dos Estados Unidos, Alemanha e outros da América Latina.

O Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de São Paulo (Sebrae), por meio de seu escritório em Piracicaba, participa do evento com subsídio a 27 micro e pequenas empresas da região. Houve suporte com consultoria e palestras para que as micro e pequenas empresas pudessem se preparar para o evento. Durante o Simtec 2007, o Sebrae terá uma sala de negócios no local para oferecer toda a infra-estrutura necessária aos empresários.

Para Antonio Carlos Ribeiro, gerente do escritório regional de Piracicaba, o Simtec é a vitrine de todo o parque tecnológico sucroalcooleiro existente em Piracicaba.

Mídia

O Apla/Apex realizam programas de promoção comercial de exportação dos equipamentos, produtos e serviços das empresas do setor sucroalcooleiro brasileiro. O Apla/Apex terá um estande no Simtec, que com informações, material de divulgação e equipe de suporte (intérprete, recepcionista, acesso a Internet e serviços).

Durante o Simtec 2007, dois projetos serão colocados em prática. O projeto Imagem contempla a vinda de jornalistas estrangeiros, que farão a divulgação dos produtos, tecnologias e potencial das empresas brasileiras.

O objetivo é confirmar a região de Piracicaba como detentora de tecnologia na fabricação de máquinas e equipamentos para a agroindústria sucroalcooleira e divulgar Pólo Nacional de Biocombustíveis.

O projeto Comprador concentra a visita de 20 empresários da América Latina e Estados Unidos para participação em rodadas de negócios durante o evento. Os objetivos pautam-se no fomento de idéias, divulgação do potencial em equipamentos e serviços, apresentação de tecnologias, expansão de fronteiras e a consolidação do Brasil como referência em nível internacional.

Entrada

Nos dias do evento, a entrada custa R$ R$ 10 para visitantes não pertencentes ao setor sucroalcooleiro ou sem convites, obtidos anteriormente por credenciamento on-line. Não é permitida a entrada de menores de 16 anos, mesmo acompanhados dos pais. Toda a renda dos convites será revertida ao Fundo Social de Solidariedade da Prefeitura de Piracicaba.

Para os visitantes, a entrada será pela Ponte Pênsil. Bolsões na Ponte do Morato e no Parque do Mirante serão reservados para os expositores. O estacionamento veículo, com segurança e seguro inclusos, custa R$ 10 por veículo.

SERVIÇO

SIMTEC 2007 - Simpósio Internacional e Mostra de Tecnologia da Agroindústria Sucroalcooleira

De 17 a 20 de julho

Local: Engenho Central

Site oficial: www.simtec.com.br