Notícia

Folha da Região (Araçatuba, SP) online

Coluna do jornalista Wilson Marini discute o ensino público de SP

Publicado em 25 fevereiro 2015

Por Wilson Marini

Virou chavão associar genericamente as escolas públicas do passado a ensino de qualidade. Não é bem assim. “É um símbolo frágil”, na visão da pesquisadora Rosa de Fátima Souza, da Universidade Estadual Paulista (Unesp) de Araraquara. “Sou particularmente contrária ao uso que se faz da história da educação para reiterar visões nostálgicas e idílicas de um passado glorioso onde a escola pública era de boa qualidade e funcionava maravilhosamente bem”, disse ela ao jornalista Carlos Fioravanti, da Revista Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo). 

Depois de examinar arquivos escolares, relatórios de professores, diretores e inspetores de escolas paulistas ao longo do século 20, diz ter encontrado relatos de “inúmeras dificuldades enfrentadas cotidianamente, seja em relação às condições de infraestrutura e materiais das escolas, seja em relação às condições de trabalho, de salários e de aprendizagem dos alunos”. Segundo o relato, em 1960 mais de 40% das crianças estavam fora da escola por falta de vagas.

Além disso, os índices de promoção eram baixos -- quase a metade das crianças era reprovada na primeira série. “Manter as crianças na escola era muito difícil para um número muito grande de famílias, especialmente para a população rural”, disse ela à publicação da Fapesp. A reforma de ensino privilegiou as cidades, deixando de lado a zona rural, quando a maior parte da população do estado de São Paulo ainda estava no campo. 

As escolas rurais continuaram enfrentando a falta de professores, a precariedade das instalações e a alta taxa de abandono de alunos, requisitados para o trabalho no campo. Para situar no tempo: a virada demográfica, em que a população urbana passou a superar a rural, começou a ocorrer somente a partir do censo do IBGE de 1970. 

Exposição
A história dos antigos “grupos escolares” (correspondente ao antigo primário) pode ser contemplada em exposição coordenada por Maria Aparecida de Menezes Borrego, historiadora do Museu Paulista da Universidade de São Paulo (USP), no Museu Republicano Convenção de Itu, com base em acervo de 4.884 fotografias. 

A mostra foi aberta em novembro de 2014 com destaque para a arquitetura de escolas que Washington Luís visitou ou inaugurou quando era vereador, deputado estadual, prefeito ou governador em São Paulo. Em abril, a exposição apresentará livros didáticos, de matrículas e de aprovação de alunos do início do século passado.

Carona verde
A Assembleia Legislativa de São Paulo deve votar projeto do deputado Edson Giriboni (PV) que prevê incentivos à chamada carona solidária. “A questão da mobilidade é um assunto que atinge a todos, não somente a população das grandes cidades. Incentivar o uso compartilhado dos veículos é melhorar o trânsito e, consequentemente, a emissão de poluentes”, diz ele. 

Leis de incentivo a caronas existem nos EUA e Canadá, onde há faixas exclusivas para veículos que transportam mais de três pessoas. No Brasil, a ideia começa a ganhar força. Salvador criou faixa para carros com mais de uma pessoa. Já existem sites que auxiliam na busca por caronas. 

Investimentos no Interior
A Mercedes-Benz está investindo R$ 500 milhões na instalação de sua terceira unidade fabril no Estado, em Iracemápolis, que vai gerar cerca de mil empregos e produzir 20 mil veículos por ano nos modelos SUV GLA e sedã Classe C.

Depois de analisar municípios em Minas Gerais, Santa Catarina e Rio de Janeiro, a empresa escolheu a cidade do Interior Paulista pelo fato de estar “estrategicamente situada” para acesso ao mercado consumidor e à ampla rede de infraestrutura logística do Estado.

Breves
- A taxa de doação de órgãos ficou 5% abaixo da meta em 2014 no País. A não autorização familiar é um dos motivos apontados.

- Foram registrados 729 casos de leptospirose no Estado em 2014. Contato com as enxurradas é o principal fator de transmissão.

- Alunos do 5º ano do ensino fundamental estão envolvidos na campanha contra a dengue em Piedade, região de Sorocaba. Percorrem alguns bairros a fim de instruir a população a identificar possíveis criadouros e eliminá-los.

- Foi instalada na Assembleia Legislativa a Comissão da Verdade da Democracia "Mães de Maio" (CVDMM), que esclarecerá casos de violações cometidas pelo Estado brasileiro no período posterior à ditadura. 

- A praia de Baía do Sancho, em Fernando de Noronha, foi eleita a melhor do mundo em pesquisa do site de viagens TripAdvisor.