Notícia

Oeste Notícias

Coleta de lixo reciclável passará por uma expansão

Publicado em 28 julho 2004

Após sete meses de funcionamento da usina de reciclagem, a Cooperativa de Produtos Recicláveis de Presidente Prudente pretende expandir novamente a coleta reciclada do lixo urbano. Como a expansão depende da aquisição de mais um caminhão, os cooperados pretendem iniciar o processo nas áreas adjacentes aos bairros onde a coleta já é feita. O intuito é utilizar o tempo disponível das coletas que terminam com antecedência. "Estamos avaliando a segunda alternativa e assim pensando em submeter o projeto à concorrência de programas governamentais ou outras fontes para compra de um caminhão, a exemplo da doação feita pela Igreja Católica e Siemaco. Precisamos de quatro caminhões para efetuar a coleta de 100% do município, cinco vezes por semana", relata o coordenador do projeto de políticas públicas, educação ambiental e gerenciamento integrado de resíduos sólidos, António César Leal. A próxima ação dos cooperados é adquirir outra máquina para prensar os materiais recicláveis. Utilizando uma única máquina e deslocando o equipamento na usina, o trabalho demora mais tempo para ser concluído. A Fapesp (Fundação de Amparo e Pesquisa do Estado de São Paulo) liberou recurso de R$ 10 mil para compra da prensa. Com o processo lento de liberação e com os reajustes inflacionários, a verba atual não é mais suficiente. O ideal seria no mínimo R$ 13 mil.