Notícia

Gestão C&T

CNPq lança três novos editais

Publicado em 08 agosto 2008

O CNPq lançou, no início deste mês, três novos editais da agência. O primeiro deles é no âmbito do Programa Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia. O edital é uma parceira do CNPq/MCT, com a Capes/MEC, além da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig), da Fundação Carlos Chagas de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj) e da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp). A data limite para submissão de propostas é o dia 18 de setembro de 2008. A Fapemig é associada à ABIPTI.

O objetivo é apoiar atividades de pesquisa científica, tecnológica e de inovação, mediante a seleção de propostas para apoio financeiro a projetos relacionados a promover a formação ou consolidação dos Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia (INCT) dentro do Programa criado pela Portaria MCT Nº 429, de 17 de julho de 2008, que deverão ocupar posição estratégica no Sistema Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação.

As FAPs de MG, RJ e SP participarão como co-financiadoras, sendo que essas fundações alocarão, respectivamente, R$ 30 milhões, R$ 30 milhões e R$ 75 milhões. A Capes permitirá a ampliação da atividade de formação de recursos humanos do programa, com recursos na ordem de R$ 30 milhões.

De acordo com o edital, cada instituto deve ter um programa bem definido, com metas quantitativas e qualitativas, compreendendo três missões: pesquisa, formação de recursos humanos e transferência de conhecimentos para a sociedade. Para aqueles voltados a aplicações da ciência, tecnologia e inovação deve ser atendida uma quarta missão de transferência de conhecimentos para o setor empresarial ou para o governo.

Poderão apresentar propostas os pesquisadores de reconhecida competência nacional e internacional na sua área de atuação, beneficiários de bolsa de Produtividade em Pesquisa nível 1A ou 1B do CNPq ou perfil equivalente, com capacidade para liderar projetos complexos e com vários participantes, e liderança demonstrada por publicações de impacto em revistas científicas, patentes nacionais ou internacionais, e expressivo resultado em orientação de dissertações ou teses e supervisão de pós-doutores, e que tenham vínculo empregatício/funcional com instituição pública ou privada, sem fins lucrativos, de ensino superior ou de pesquisa nacional. O proponente será, necessariamente, o pesquisador coordenador do projeto.

O início da contratação dos projetos será dia 5 de dezembro de 2008. Veja o quadro de recursos e sua distribuição:

Fonte 2008 2009 2010 Total

FNDCT R$ 40 milhões R$ 60 milhões R$ 60 milhões R$ 160 milhões

CNPq R$ 30 milhões R$ 40 milhões R$ 40 milhões R$ 110 milhões

Total R$ 70 milhões R$ 100 milhões R$ 100 milhões R$ 270 milhões

As propostas deverão ser submetidas pelos proponentes em uma das seguintes faixas: Faixa A, institutos envolvidos com atividades que não necessitam de equipamentos ou reagentes de altos custos; Faixa B, institutos cujos programas são de natureza experimental, que exigem equipamentos e reagentes de custos baixo e médio; ou Faixa C, institutos cujos programas são de natureza experimental, que exigem equipamentos e reagentes de alto custo.

As propostas devem ser apresentadas em uma das categorias: demanda induzida, com áreas ou temas definidos; e demanda espontânea.

Já os temas definidos são todos aqueles que tenham relação direta com as áreas estratégicas do plano de ação em C,T&I, são elas: Biotecnologia; Nanotecnologia; Tecnologias da Informação e Comunicação; Saúde; Biocombustíveis; Energia Elétrica, Hidrogênio e Fontes Renováveis de Energia; Petróleo, Gás e Carvão Mineral; Agronegócios; Biodiversidade e Recursos Naturais; Amazônia; Semi-Árido; Mudanças Climáticas; Programa Espacial; Programa Nuclear; Defesa Nacional; Segurança Pública; Educação; Mar e Antártica e Inclusão Social.

Veja a íntegra do edital por este link (http://www.cnpq.br/editais/ct/2008/015.htm).

Bolsa em Salamanca

O edital para concessão de bolsas para professor-visitante brasileiro junto ao Centro de Estudos Brasileiros (CEB)/Universidade de Salamanca (USAL) está com inscrições abertas até o dia 11 de setembro. O objetivo do edital é que pesquisadores brasileiros contribuam para a difusão de conhecimento e a elaboração de estudos sobre a sociedade brasileira, devendo também: contribuir para a capacitação em nível de pós-graduação de especialistas em estudos brasileiros; e desenvolver atividades de pesquisa, elaborar estudos sobre a sociedade brasileira, ministrar aulas (duração de 30 horas em quatro meses) em seminários ligados a disciplinas oferecidas pelo CEB, no período de 1º de fevereiro a 31 de maio de 2009; e colaborar com as atividades do Centro de Estudos Brasileiros.

O professor-visitante da área de Língua e Literatura Brasileira também ministrará aulas de Língua Portuguesa para professores e doutorandos da Universidade de Salamanca, bem como participará da organização e da coordenação do exame para a obtenção do Certificado de Proficiência em Língua Portuguesa para Estrangeiros (CELPE-Bras).

Veja a íntegra do edital por este link (http://www.cnpq.br/editais/ct/2008/usal.htm).

Terapia celular

Por meio de parceria entre o CNPq/MCT e o Departamento de Ciência e Tecnologia da Secretaria de Ciência e Tecnologia e Insumos Estratégicos (DECIT/SCTIE), do Ministério da Saúde, foi lançado o edital Edital CT-Saúde/MS/SCTIE/DECIT/MCT/CNPq Nº 17/2008. A submissão de propostas pode ser feita até o dia 19 de setembro de 2008.

O objetivo é financiar projetos de pesquisa básica, pré-clínica e clínica, relacionados ao desenvolvimento de procedimentos terapêuticos inovadores em terapia celular, utilizando: células-tronco embrionárias, células-tronco adultas derivadas da medula óssea, células-tronco derivadas do cordão umbilical e células-tronco derivadas de outros tecidos, de modo a se induzir a geração de novos conhecimentos, produtos e processos biotecnológicos, cujo potencial de aplicação se caracterize em avanços na área da saúde humana.

O edital contempla as seguintes linhas: 1. Linhas de pesquisa básica relevante para as terapias celulares exclusivamente com células-tronco humanas bem definidas e caracterizadas 2. Linhas de pesquisa Pré-clínica; 3. Linhas de pesquisa Clínica.

Os recursos estão distribuídos da seguinte forma:

2008

CT-Saúde – R$ 2,5 milhões;

Decit/SCTIE/MS - R$ 2,5 milhões.

2009

CT-Saúde – R$ 2,5 milhões;

Decit/SCTIE/MS - R$ 2,5 milhões.

Veja a íntegra do edital neste link (http://www.cnpq.br/editais/ct/2008/017.htm).