Notícia

CNPq - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico

CNPq lamenta do falecimento do pesquisador Sérgio Henrique Ferreira

Publicado em 18 julho 2016

O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) lamenta o falecimento do médico e farmacologista Sérgio Henrique Ferreira, aos 81 anos, ocorrido, na tarde deste domingo (17), em Ribeirão Preto, São Paulo.

Sérgio formou-se em medicina pela Universidade de São Paulo (1960), fez doutorado em Farmacologia pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (USP) em 1964, pós-doutorado no RCS, Royal College of Surgeons of Enland  (1967 e 75).

Professor Titular da Universidade de São Paulo, Consultor do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e colaborador da Fundação de Pesquisas Científicas de Ribeirão Preto, atuava como Coordenador de Projeto Temático da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo,

Com uma carreira científica brilhante e extensamente premiada recebeu em 2008 o título de pesquisador emérito do CNPq, a Ordem Nacional do Mérito Científico - classe da Grã-Cruz do Governo Federal em 1996, entre outras distinções recebidas de entidades nacionais e estrangeiras.

Nascido em 1934, ele completaria 82 anos no próximo dia 4 de outubro. Sérgio ganhou notoriedade no Brasil e no exterior após descobrir o "Fator de Potenciação da Bradicinina", uma substância derivada do veneno da serpente brasileira jararaca, que é capaz de combater o aumento da pressão arterial. Esse trabalho seminal, desenvolvido no Departamento de Farmacologia da Faculdade de Medicina da USP, em Ribeirão, foi essencial para o desenvolvimento do medicamento Captopril, um dos medicamentos centrais para o controle de pressão arterial. Sua contribuição científica é extensa passando pela farmacologia geral do processo inflamatório, o estudo dos mediadores da dor inflamatória e os analgésicos peroféricos. O desenvolvimento de novas drogas para tratar a dor e a inflamação constituíram parte do seu interesse recente.

Foi membro da ABC (Academia Brasileira de Ciências) desde 29 de março de 1984 e Presidente da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) no período de 1997 a 1999, tendo recebido da entidade o título de Presidente de Honra.

O velório acontecerá nesta segunda-feira (18), das 8h às 13h, no prédio central da Faculdade de Medicina da USP Ribeirão Preto. Sérgio será enterrado nesta segunda, às 15h, no Cemitério Bom Pastor.

O CNPq lamenta profundamente esta perda, que retira de nosso convívio um dos cientistas mais brilhantes deste país, e compartilha com a família, toda a comunidade científica e os amigos a tristeza pela perda desse importante pesquisador brasileiro.

Coordenação de Comunicação Social do CNPq (Com algumas informações da ACidade ON)