Notícia

UEL - Universidade Estadual de Londrina

CNPq e parceiros lançam competição de comunicação científica

Publicado em 15 fevereiro 2017

Parceria entre o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), British Council e Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa promove, no Brasil, uma das maiores competições de comunicação científica do mundo, o FameLab. A competição lança o desafio de explicar, em apenas três minutos, um conceito científico para o público em geral.

A ideia precisa estar registrada em vídeo, que será selecionado pelas instituições parceiras. Lançado em 2004 pelo Festival de Ciência de Cheltenham, na Inglaterra, o FameLab tem como objetivos promover a aproximação entre cientistas e público em geral e incentivar o desenvolvimento de competências de comunicação entre pesquisadores. Em 2017, a competição acontece pela segunda vez no Brasil.

Inscrições - As inscrições estão abertas até o próximo dia 24 de fevereiro, no endereço britishcouncil. Na ficha de inscrição, além dos dados pessoais, o candidato deve fazer o upload de um vídeo com uma apresentação oral em Português de um tópico de ciência e/ou tecnologia, seguido da respectiva versão em Inglês. A lista de candidatos selecionados para a primeira etapa presencial do concurso (semifinal nacional) será anunciada em 10 de abril. O ganhador da etapa nacional representará nosso país no FameLab International, no Reino Unido.

Podem se inscrever no FameLab Brasil bolsistas de Mestrado, Doutorado, Doutorado Direto e Pós-Doutorado, com bolsa vigente até o dia 30 de junho de 2017 ou data posterior, nas áreas de Ciências da Vida ou Ciências Exatas e Engenharias, fluentes em Português e Inglês, das seguintes agências: CNPq, independente da Unidade da Federação; FAPESP (bolsistas que estejam com a bolsa no país interrompida não são elegíveis); Fundações de Amparo à Pesquisa filiadas ao CONFAP: FAPEG (Goiás), FAPEMA (Maranhão), FAPEMIG (Minas Gerais), FAPES (Espírito Santo), FAPESC (Santa Catarina), FAPITEC (Sergipe), FAPT (Tocantins) e Fundação Araucária (Paraná).

Mais informações no endereço britishcouncil.

(Com informações da Coordenação de Comunicação Social do CNPq)