Notícia

Revista Brasileira de Risco e Seguro

CNPq divulga editais de cooperação com África e América do Sul

Publicado em 21 agosto 2007

O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) lançou, na sexta-feira (17/8), editais dos programas de Cooperação Temática em Matéria de Ciência e Tecnologia (Proafrica) e Sul-americano de Apoio às Atividades de Cooperação em Ciência e Tecnologia (Prosul).

Com recursos de R$ 2 milhões para o edital do Proafrica e de R$ 2,8 milhões para o do Prosul, o CNPq pretende apoiar atividades de cooperação internacional, entre grupos de pesquisa brasileiros e africanos e brasileiros e sul-americanos, que contribuam com o aumento da capacidade científico-tecnológica dos países envolvidos, visando, primordialmente, à melhoria da qualidade de vida dos seus cidadãos.

O edital do Proafrica prevê a distribuição dos recursos para apoio a propostas de cooperação em três tipos de chamadas: visitas exploratórias, de brasileiros a países africanos e de africanos ao Brasil, para a identificação de pontos-chave para a realização de atividades de cooperação científico-tecnológica entre os países; projetos conjuntos de cooperação internacional em ciência, tecnologia e inovação, para aumentar a capacidade científico-tecnológica dos países envolvidos; e realização de congressos, simpósios, workshops, seminários, ciclos de conferências e outros eventos relacionados à ciência, tecnologia e inovação, no Brasil ou nos países africanos.

O programa Proafrica surgiu durante a 2ª Reunião Ministerial de Ciência e Tecnologia da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, realizada em 5 de dezembro de 2003, no Rio de Janeiro. Foi uma proposta brasileira para intensificar os esforços de cooperação em pesquisa científica e tecnológica, ampliando a articulação entre os grupos de pesquisa brasileiros e africanos, por meio de uma estratégia birregional que considere as necessidades individuais e traga benefícios para todos os países participantes.

O programa Prosul apóia atividades de cooperação em ciência, tecnologia e inovação na América do Sul para contribuir, de forma sustentada, com o desenvolvimento da região, por meio da geração de conhecimento e do aumento da capacidade científico-tecnológica dos países.

O programa surgiu, também como proposta brasileira, no contexto da geração de um espaço integrado sul-americano na área de ciência, tecnologia e inovação, discutido durante a Reunião de Presidentes da América do Sul, realizada nos meses de agosto e setembro de 2000, em Brasília.

O edital agora lançado também está estruturado para o apoio financeiro a pospostas em três tipos de chamadas. A primeira delas, para a formação de redes temáticas, a segunda, para apoiar projetos conjuntos e, a última, para financiar a realização, no Brasil, de congressos, simpósios, workshops, seminários, ciclos de conferências e outros eventos.

As propostas para os dois editais podem ser encaminhadas ao CNPq, por meio do formulário de propostas on-line, disponível no endereço eletrônico http://efomento.cnpq.br/efomento, até as 18h, horário de Brasília, do dia 3 de outubro.

Os resultados serão divulgados na última semana de novembro e a contratação dos projetos aprovados está prevista para as semanas seguintes à divulgação do resultado.

Fonte: Agência Fapesp