Notícia

Correio Popular

CNPq aumenta bolsas para pesquisas

Publicado em 28 junho 2003

O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) vai aumentar em 85% a cota de bolsas de estudos destinadas a pesquisas na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). A partir de julho, quando começa a seleção dos inscritos, o número de alunos da graduação contemplados passará de 280 para 516. A decisão do CNPq levou em conta a alta demanda de interessados em iniciação científica, que em 2003 chegou a 940. O pró-reitor de Pesquisa da Universidade, Fernando Ferreira Costa, explicou que desde o ano passado a universidade negocia com o CNPq para que a cota reservada à Unicamp fosse reajustada. Além das 280 já existentes, outras 226 são concedidas pela própria universidade, mas o número é insuficiente. Cada bolsa de estudo oferecida pelo CNPq para desenvolvimento de pesquisa científica é de R$ 241,51 por mês. "É um valor baixo, mas é destinado a estudantes que fazem seus trabalhos nas horas de folga. É apenas um incentivo", explicou Costa. Apesar do valor pequeno, ele ressaltou que o aumento das cotas é importante para melhorar a formação profissional e científica dos beneficiados. As cotas são distribuídas através de seleção, na qual são levadas em conta o projeto científico do candidato, o curriculum do orientados e o coeficiente de rendimento do aluno. Os primeiros colocados receberão as bolsas. Além das bolsas de iniciação científica oferecidas pelo próprio CNPq e a Unicamp, outras 323 são concedidas pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp). (Marcelo de Oliveira/Da Agência Anhangüera)