Notícia

ABC - Academia Brasileira de Ciências

CNI realiza congresso para discutir inovação na indústria

Publicado em 09 abril 2007

Brasília - Estão abertas as inscrições para o 2º Congresso Brasileiro de Inovação na Indústria, que será realizado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) de 23 a 25 de abril, no Hotel Hilton, em São Paulo. A exemplo do que ocorreu no primeiro encontro, em 2005, empresários, acadêmicos e representantes do governo discutirão a importância do desenvolvimento tecnológico para o aumento da competitividade da indústria e o crescimento da economia brasileira.

Durante o Congresso, serão avaliados a política industrial, o sistema de incentivos fiscais, as fontes de financiamento e os instrumentos de apoio à inovação. O evento também discutirá a biotecnologia, a nanotecnologia, as fontes renováveis de energia, a propriedade intelectual e outros temas. A partir dessas discussões, os participantes consolidarão um documento com sugestões do setor privado para promover o desenvolvimento tecnológico do país.

Entre os convidados para o evento estão Soumitra Dutta, professor de E-Business e Tecnologia da Informação do European Institute of Business Administration (Insead), Carl Dahlmann, professor da George Washington University, dos Estados Unidos, e Maria João Rodrigues, professora da Universidade de Lisboa. Na mesa-redonda de abertura do Congresso, eles falarão sobre políticas de inovação e competitividade.

As tendências tecnológicas e os desafios da indústria brasileira será o tema da conferência que tem como convidados Marc Giget, professor do Centro Nacional de Artes e Ofícios da França, e Carlos Henrique Brito Cruz, diretor da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp).

A inovação é um dos pilares do crescimento econômico identificados no Mapa Estratégico da Indústria 2007-2015, e está entre as dez prioridades do país apontadas no documento Crescimento. A Visão da Indústria. Os principais desafios nessa área são a criação de um ambiente favorável à inovação, o aperfeiçoamento dos incentivos fiscais, das linhas de créditos e das subvenções, além da definição de regras que estimulem os investimentos em desenvolvimento tecnológico. A meta traçada no Mapa Estratégico da Indústria prevê que a participação do investimento privado em inovação aumente de 0,4% do Produto Interno Bruto (PIB) registrado em 2003 para 0,8% do PIB em 2010 e passe para 1,4% em 2015.

As inscrições para o Congresso podem ser feitas no site www.cni.org.br/inovacao. O evento tem o apoio da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) e do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).