Notícia

ClicNews

Cinza de casca de arroz pode substituir talco na produção de náilon

Publicado em 12 dezembro 2007

Resíduo que causa danos ambientais mostrou comportamento semelhante ao do mineral na composição de poliamidas.

A casca de arroz quando queimada produz como resíduo uma cinza que causa danos ambientais, este problema que até então era motivo de preocupação passa, agora a contar com uma alternativa. Leonardo Gondim de Andrade e Silva, pesquisador do Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (Ipen), Waldir Ferro, também do Ipen e Hélio Wiebeck, da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, desenvolveram uma pesquisa que utiliza essa cinza do arroz na produção de poliamidas, conhecidas popularmente como náilon. Segundo matéria de Alex Sander Alcântara, da Agência Fapesp, o estudo foi publicado na revista Polímeros.

De acordo com o texto, durante a pesquisa os autores compararam as propriedades mecânicas e térmicas de poliamidas com carga de 30% de cinza de casca de arroz com poliamidas com 30% de talco, carga mineral comumente utilizada na produção dos polímeros. A amostra de poliamida utilizada foi uma empregada na confecção de um conector elétrico para indústria automobilística.

A matéria diz que os resultados mostraram "comportamento semelhante, com potencialidades para a substituição do talco pela cinza da casca de arroz - alternativa viável em processos industriais -, além da contribuição para diminuição do impacto ambiental". Vale lembrar que a utilização do material proporciona outra contribuição ambiental, uma vez que o talco é retirado de jazidas.

Dentre as vantagens da utilização da cinza estão o melhor fluxo de material que proporciona a injeção mais fácil e obtenção de peças com bom aspecto. Com relação ao ensaio térmico de fio incandescente, as poliamidas com carga de cinza tiveram comportamento similar ao talco, porém a cinza não gotejou em contato com calor intenso, o que ocorre geralmente com talco. No entanto, Andrade afirma, na matéria, que uma limitação para o uso da cinza da casca de arroz é a cor, pois o produto final seria utilizado apenas na confecção de peças de cor preta.

É importante destacar que a poliamida é usada em diferentes indústrias, apresentando grande importância econômica. A notícia lembra ainda que, segundo a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), o Brasil produz anualmente 11,3 milhões de toneladas de arroz, gerando cerca de 400 mil toneladas de cinzas.