Notícia

Ciesp Sorocaba

Ciesp quer avanço tecnológico integrado em SP

Publicado em 29 abril 2010

Em encontro anual de planejamento, inovação será destaque. Parques tecnológicos serão debatidos como ferramenta de apoio ao desenvolvimento regional

O Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp) reunirá, entre quinta e sexta-feira (29 e 30 de abril), em São Paulo, centenas de empresários ligados às 43 diretorias regionais, municipais e distritais para definir estratégias que vão nortear os próximos passos da entidade, em sua XXIV Convenção Anual.

Como nos anos anteriores, a ideia é promover a interação entre diretores das diversas regiões do Estado e a Sede, na capital paulista, para analisar questões como representatividade, fortalecimento institucional e planejamento de iniciativas de apoio ao setor industrial.

SP: plataforma de desenvolvimento

A inovação tecnológica será destaque neste ano e concentrará os debates da sexta-feira (30), em um seminário aberto ao público, na parte da manhã. Em um esforço conjunto de suas regionais, o Ciesp mobilizará representantes das secretarias municipais de desenvolvimento para o evento, com a preocupação de induzir o avanço tecnológico de forma integrada no estado.

Esta Convenção deve consagrar o Ciesp no seu papel de interlocutor do setor produtivo no âmbito regional. Mais do que isso, como indutor do desenvolvimento e agente de transformação, afirma Paulo Skaf, presidente da entidade. Os parques tecnológicos, por exemplo, são ferramentas que podem desenvolver as empresas regionalmente, e atrair companhias de base tecnológica para áreas estratégicas do estado, ressalta Skaf.

Segundo a Secretaria Estadual de Desenvolvimento, existem 30 iniciativas para implantação de parques tecnológicos. Desse total, 16 já estão com credenciamento provisório no sistema paulista (SPTec): Barretos, Botucatu, Campinas (duas iniciativas: Polo de Pesquisa e Inovação da Unicamp e CPqD), Ilha Solteira, Mackenzie-Tamboré, Piracicaba, Santo André, Santos, São Carlos (duas iniciativas: ParqTec e EcoTecnológico), São José do Rio Preto, São José dos Campos, São Paulo (duas iniciativas: Jaguaré e Zona Leste) e Sorocaba.

Entre as novidades da Lei Paulista de Inovação (n°. 1049/08), regulamentada em agosto passado, estão os dispositivos que permitem às universidades públicas e à Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) investir seus recursos em empresas inovadoras ou outros empreendimentos privados que tenham por finalidade criar ambiente favorável à inovação - como os parques tecnológicos, incubadoras ou arranjos produtivos locais. Essa participação era, até então, vedada pela legislação federal.

Agenda

O primeiro painel do seminário, Desafios da Inovação, vai abrir uma discussão estratégica das políticas de incentivo ao desenvolvimento tecnológico. Em seguida, uma mesa-redonda moderada pelo jornalista Ricardo Boechat abordará questões-chave como financiamento, desenvolvimento de projetos e acesso às informações por parte das empresas.

Os debates da manhã darão subsídios aos trabalhos da tarde de sexta-feira, quando os diretores do Ciesp estarão encerrados em quatro salas para definir estratégias que vão nortear as próximas ações da entidade da indústria em inovação.

Divulgação: Assessoria de Imprensa do CIESP Sorocaba - Press Office Comunicação Integrada

Telefone: (15) 3212-4004